transação histórica

Safra compra Banco Alfa por R$ 1,03 bilhão

O Banco Safra é um dos maiores bancos privados do Brasil e está presente em 27 países.

safra-compra-banco-alfa
O banco Safra tem 10,5 mil colaboradores (Créditos: Divulgação/ Banco Safra)

O Banco Safra anunciou a compra do Banco Alfa por R$ 1,03 bilhão. David Safra, filho de Joseph Safra, fundador do  Grupo J. Safra, enfatizou que “a transação é um marco na história do banco no Brasil”.

Publicidade

“O Banco Safra e a Administradora Fortaleza firmaram um acordo para a transferência da totalidade das ações que a Administradora Fortaleza possui nas empresas do Conglomerado Financeiro Alfa”, informaram as empresas.

“Serão beneficiados clientes, funcionários e acionistas do Conglomerado Financeiro Alfa e do Banco Safra. Compartilhamos valores, visão de longo prazo e paixão por trabalhar, isso nos dá enorme confiança na sintonia e sucesso dessa operação”, diz Safra.

“É uma transação histórica no mercado financeiro brasileiro. Temos a convicção de que a operação entre os dois bancos seculares, fruto de trajetórias empreendedoras de sucesso e baseados em valores comuns, potencializará a qualidade, perenidade e excelência que sempre oferecemos aos nossos clientes e colaboradores”, comenta Fábio Amorosino, CEO do Conglomerado Financeiro Alfa.

O presidente do Banco Safra, Silvio de Carvalho, se disse otimista com a operação.  “Trata-se de uma aquisição importante, que marca um novo capítulo da nossa história, combinando nossa tradição secular de segurança com empreendedorismo e foco na busca de resultados”.

Publicidade

O Banco Safra é um dos maiores bancos privados do Brasil e está presente em 27 países. O banco tem 10,5 mil colaboradores e atuação nos segmentos pessoa física e jurídica.

 

O Banco Safra anunciou na noite desta quarta-feira (23) que firmou acordo para compra da totalidade das ações do Conglomerado Financeiro Alfa – Banco Alfa – pertencentes à Administradora Fortaleza. Segundo as partes, a operação é de R$ 1,03 bilhão #AgoraCNN pic.twitter.com/DBThjpyteR

Publicidade

— CNN Brasil (@CNNBrasil) November 24, 2022

Publicidade