Atletas ucranianos apelam por paz durante Paralimpíada de Inverno

Liderada pelo presidente do comitê paralímpico nacional, Valerii Sushkevych, toda a delegação de 20 membros levantou uma mensagem de “paz para todos”, acompanhada de punhos erguidos

atletas-ucranianos-apelam-por-paz-durante-paralimpiada-de-inverno

Atletas e autoridades ucranianas fizeram um apelo pela paz durante os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim nesta quinta-feira (10), mostrando uma faixa, observando um minuto de silêncio e pedindo o fim da guerra desencadeada pela invasão russa de seu país.

Publicidade

Liderada pelo presidente do comitê paralímpico nacional, Valerii Sushkevych, toda a delegação de 20 membros levantou uma mensagem de “paz para todos”, acompanhada de punhos erguidos.

“Este minuto é sobre milhares de pessoas, incluindo crianças e outras pessoas com deficiência, na Ucrânia”, disse Sushkevych. “Se a humanidade é civilizada, então esta guerra precisa ser interrompida. Pessoas, mulheres e crianças merecem viver, não morrer.”

O técnico Andriy Nesterenko afirmou que muitas cidades foram destruídas e acrescentou que sete membros da equipe são da cidade de Kharkiv, que está sitiada pelas forças russas.

“Os russos bombardearam muitos hospitais e escolas… precisamos de seu apoio hoje, não mais tarde. Pessoas que atacam áreas civis não podem ser humanas… pedimos gentilmente um céu seguro sobre a Ucrânia.”

Publicidade

A Rússia chama sua ação na Ucrânia de “operação especial” e nega disparar contra civis.

A Ucrânia está tendo bom desempenho nos Jogos Paralímpicos, apesar de quase não chegar à capital chinesa por causa da guerra, conquistando seis medalhas de ouro e ficando em terceiro lugar na tabela, atrás da anfitriã China e do Canadá.

Equipes da Rússia e de Belarus, cujo território tem sido usado pelas forças russas, não foram autorizadas a participar dos Jogos.

Publicidade

* É proibida a reprodução deste conteúdo.

(Agência Brasil)

Publicidade