Djokovic não jogará torneios que exigir vacina contra Covid

Segundo o tenista, baseado nas informações que ele tem sobre a vacina contra a Covid-19, optou em não tomar

djokovic-nao-jogara-torneios-que-exigir-vacina-contra-covid
O tenista sérvio, Novak Djokovic (Crédito: Srdjan Stevanovic/Getty Images)

O tenista sérvio, Novak Djokovic diz que não jogará torneios que exigir vacinação contra a Covid-19. Um mês depois de ser deportado da Austrália por não ter tomada as doses da vacina contra a Covid-19, o tenista diz não gostar de ser associado ao movimento anti-vacina. Djokovic, segue disposto a perder títulos ao invés de se vacinar.

Publicidade

Em entrevista à rede britânica BBC, o tenista disse que apoia a liberdade de escolha. “Nunca fui contra a vacinação, mas sempre apoiei a liberdade de escolha do que você coloca no seu corpo. Os princípios de decisão sobre o meu corpo são mais importantes do que qualquer título ou qualquer outra coisa. Estou tentando ficar em sintonia com meu corpo tanto quanto for possível.”

Mesmo de momento tendo como escolha não se vacinar, o tenista sérvio disse que mantém a mente aberta sobre uma futura imunização. Além disso, ele comentou que quando criança foi imunizado para outras doenças. Djokovic afirma que como atleta sempre foi muito cuidadoso em tudo que ingere no seu corpo, como por exemplo, em relação a suplementos, comida, água ou bebida esportiva.

O tenista relatou que com todas as informações que ele tem sobre a vacina, escolheu não tomar.

Djokovic não disputou o Australian Open, que teve como campeão Rafael Nadal. Nas redes sociais, o tenista sérvio parabenizou Nadal. “Parabéns a @RafaelNadal pela 21ª GS. Realização incrível. Sempre impressionante espírito de luta que prevaleceu em outro momento. Enhorabuena ???????????? @Medwed33 deu tudo de si e jogou com a paixão e determinação que esperamos dele.”

Publicidade