Ator Sidney Poitier morre aos 94 anos

Sidney foi o primeiro negro a ganhar o Oscar de Melhor Ator

ator-sidney-poitier-morre-aos-94-anos
O ator Sidney Poitier comparece à 6ª Gala Anual de Natal e Arrecadação de Fundos da Brigitte and Bobby Sherman Children’s Foundation no Montage Beverly Hills em 19 de dezembro de 2015 em Beverly Hills, Califórnia. (Foto de Mark Davis / Getty Images para a Fundação Infantil Brigitte e Bobby Sherman)

Sidney Poitier, primeiro negro a ganhar o Oscar de Melhor Ator, morreu nesta sexta-feira (7) aos 94 anos. A causa e o local da morte ainda não foram informados.

Publicidade

Em 1963, Sidney ganhou a estatueta mais cobiçada do cinema por seu trabalho em “Uma Voz nas Sombras”. O ator também é conhecido pelos filmes “Ao Mestre, com Carinho”, “Adivinhe Quem vem para Jantar” e “No Calor da Noite”, ambos lançados em 1967.

Filho de pais bahamenses, Sidney nasceu prematuro no dia 20 de fevereiro de 1927, em Miami. Ao longo da vida, lutou contra a pobreza, o analfabetismo e o racismo para se tornar um dos primeiros atores negros a ser conhecido e aceito em papéis importantes pelo grande público.

Poitier era um dos últimos astros vivos da Era de Ouro de Hollywood. Em 2002, foi homenageado pela Academia ao receber o Oscar pelo Conjunto da Obra pela sua contribuição ao cinema mundial.

Sua última aparição no Oscar foi em 2014, quando apresentou o prêmio de Melhor Diretor ao lado de Angelina Jolie. Na ocasião, o ator foi ovacionado de pé por todos os presentes.

Publicidade

Fora das telonas, Sidney foi um grande ativista pelos direitos civis. Em 2009, recebeu das mãos do então presidente norte-americano, Barack Obama, a Medalha Presidencial da Liberdade.

Após a morte de Poitier, Obama se manifestou em seu Twitter oficial sobre a morte do ator. ”Por meio de seus papéis inovadores e talento singular, Sidney Poitier sintetizou dignidade e graça, revelando o poder dos filmes para nos aproximar. Ele também abriu portas para uma geração de atores. Michelle e eu mandamos lembranças à sua família e legião de fãs’‘, escreveu Obama.

Poitier também teve uma carreira de sucesso na diplomacia, sendo Embaixador das Bahamas no Japão entre os anos de 1997 e 2007.

Publicidade

Poitier foi casado durante quatro décadas com Joanna Shimkus, sua segunda mulher, com quem teve seis filhos.

Publicidade