EUA diz que Rússia enviou bolsas de sangue à fronteira da Ucrânia

Para a Ucrânia o envio de bolsas de sangue à fronteira ucraniana é um relato falso

eua-diz-que-russia-enviou-bolsas-de-sangue-a-fronteira-da-ucrania
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Crédito: Win McNamee/Getty Images)

Os Estados Unidos acreditam que a Rússia possa ter enviado bolsas de sangue próximo às fronteiras da Ucrânia. Dois altos funcionários da defesa dos EUA informaram à CNN, que através de suprimentos médicos, tropas e equipamentos militares poderia ser sinalizada uma invasão.

Publicidade

Os suprimentos enviados para a fronteira com a Ucrânia é o que seria necessário para tratar vítimas em caso de guerra. As movimentações aumentaram o alerta dos EUA de que a qualquer momento seja possível uma invasão. As bolsas de sangue não são indícios concretos de que vai acontecer algum conflito, mas são mais um elemento movimentado em direção a Ucrânia, dentre outros.

De acordo com a Ucrânia não é verdade que a Rússia tenha movido suprimentos de sangue nas fronteira ucraniana. Segundo a vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Maliar, os relatos são falsos. Já a Casa Branca disse que Ucrânia não está preparada para um possível conflito com a Rússia.

Segundo informações à CNN, funcionários de Joe Biden contam que ao mesmo tempo que o presidente Volodymyr Zelensky, diz não existir risco de invasão, ele pede recursos para se defender. A tensão é essa, os Estados Unidos analisam os movimentos da Rússia e interpretam de uma forma diferente da Ucrânia sobre os possíveis futuros acontecimentos.

Na quinta-feira (27), Biden compartilhou nas redes sociais o apoio à Ucrânia. “Falei com o presidente ucraniano Zelenskyy para discutir nossos esforços diplomáticos coordenados e reafirmar nosso apoio à soberania e integridade territorial da Ucrânia. Responderemos decisivamente, junto com nossos aliados e parceiros, se a Rússia invadir ainda mais a Ucrânia.”

Publicidade