Barreiras Sanitárias

Hong Kong acabará com a quarentena para viajantes

Agora, todas as pessoas que chegarem a Hong Kong não precisarão mais cumprir quarentena e poderão seguir direto para as suas casas ou acomodações escolhidas.

Hong Kong acabará com a quarentena para viajantes
Hong Kong é um dos maiores centro financeiros do mundo (Crédito: Anthony Kwan/Getty Images)

Hong Kong decidiu abandonar a sua política de quarentena para quem chega no país. A medida controversa foi tomada há dois anos e meio e sempre gerou muita polêmica entre os moradores e as empresas da ilha chinesa. A apuração é da rede de notícias Al Jazeera.

Publicidade

Agora, todas as pessoas que chegarem a Hong Kong não precisarão mais cumprir quarentena e poderão seguir direto para as suas casas ou acomodações escolhidas. Segundo a Al Jazeera, os viajantes apenas deverão se automonitorar por três dias. A decisão valerá a partir do dia 26 de setembro.

“Estamos apontando em uma única direção para permitir que as pessoas venham com mais conveniência e possam realizar suas atividades com o máximo de possibilidades”, informou o chefe do Executivo da ilha, John Lee, durante uma coletiva de imprensa concedida nesta sexta-feira (23).

Os viajantes poderão frequentar o trabalho ou escolas, mas não poderão frequentar bares e restaurantes até que o período de automonitoramento termine. O teste PCR, que era exigido por Hong Kong, será substituído por um teste rápido de antígeno.

Moradores, diplomatas e grupos empresariais criticavam as “duras regras” contra a Covid-19 adotadas na ilha, afirmando que as barreiras sanitárias ameaçavam a competitividade de Hong Kong e sua posição como um centro financeiro global.

Publicidade

Publicidade

 

 

Publicidade