Ontário declarou estado de emergência devido a protestos dos caminhoneiros

Província do Canadá, Ontário, adotou medida por causa do movimento dos motoristas

Ontário declarou estado de emergência devido a protestos dos caminhoneiros
Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, disse que está trabalhando com líderes municipais para acabar com o bloqueio (Créditos: Minas Panagiotakis/Getty Images)

Doug Ford, primeiro-ministro de Ontário, lugar onde está ocorrendo protestos contra medidas sanitárias de combate à Covid-19 no Canadá, declarou nesta sexta-feira (11) estado de emergência na província devido às manifestações “ilegais” que estão acontecendo há duas semanas.

Publicidade

“Tomaremos todas as medidas necessárias para garantir que a fronteira seja reaberta. E aos moradores sitiados de Ottawa, digo que garantiremos que possam retornar à vida normal o mais rápido possível”, afirmou Doug Ford em coletiva de imprensa.

O “Comboio da Liberdade” de caminhoneiros canadenses que estão se opondo a uma exigência de vacinação ou quarentena para motoristas transfronteiriços, espalhado pelo governo dos EUA, começou com a ocupação da capital do Canadá, Ottawa. Os manifestantes bloquearam a Ponte Ambassador, a principal que liga os dois países, no começo desta semana e fecharam outras duas passagens menores da fronteira.

Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, disse que está trabalhando com líderes municipais para acabar com o bloqueio. Marco Mendicino, ministro da Segurança Pública, afirmou que as forças da polícia federal serão enviadas para Windsor, perto da ponte de Ottawa. De acordo com o UOL, o governo do presidente, Joe Biden, pediu na quinta-feira (10) que o Canadá use poderes federais para barrar a interrupção.