Refugiados ucranianos fazem filas quilométricas nas fronteiras

Além da Polônia, os refugiados vão para as fronteiras com Moldávia, Romênia, Hungria e Eslováquia

Refugiados ucranianos fazem filas quilométricas nas fronteiras
Refugiados chegam à estação de trem em Zahony, Hungria após cruzar a fronteira em Zahony-Csap enquanto fogem da Ucrânia (Crédito: Janos Kummer/ Getty Images)

Com o agravamento do conflito na Ucrânia, milhares de refugiados ucranianos tentam fugir da linha de fogo. De acordo com as Nações Unidas, mais de 400 mil pessoas já fugiram da Ucrânia, a maioria em direção à Polônia.

Publicidade

Além da Polônia, os refugiados vão para as fronteiras com Moldávia, Romênia, Hungria e Eslováquia.

A reportagem da rede BBC News diz que flagrou filas de refugiados que chegaram a 15 quilômetros em alguns pontos da fronteira. A maioria é formada por mulheres e crianças. Isso porque todos os homens ucranianos entre 18 e 60 anos estão proibidos de deixar o país porque precisam se alistar para ajudar o exército.

Países da Europa Central também se preparam para receber refugiados da Ucrânia. 

Publicidade

A Cruz Vermelha da Alemanha começou a montar um campo para receber os ucranianos na fronteira do país com a Polônia. De acordo com a agência Reuters, três prédios e dez contêineres residenciais poderão abrigar até 1.300 pessoas. Camas de acampamento e paredes divisórias foram montadas em ginásios. 

Na última grande crise de refugiados da Europa, em 2018, a Alemanha registrou 1,8 milhão de pedidos de asilo. 

Já Portugal se comprometeu a agilizar a recepção de refugiados ucranianos e a conceder vistos de maneira imediata.

Publicidade

Uma estimativa das agências humanitárias da ONU aponta que até 5 milhões de pessoas devem fugir para fora da Ucrânia por causa da invasão russa.

A ONU também alertou que combustível, dinheiro e suprimentos médicos estão acabando em partes do país. 

A Ucrânia começou a ser atacada pela Rússia na semana passada. Putin quer que Kiev desista de entrar na aliança militar OTAN.

Publicidade