Pesquisador da Fiocruz diz que ‘Estamos caminhando para o fim da pandemia’

O infectologista também afirmou que a Covid-19 tende a entrar numa fase endêmica

pesquisador-da-fiocruz-diz-que-estamos-caminhando-para-o-fim-da-pandemia
Vacina contra Covid-19 (Créditos: Andre Coelho/Getty Images)

O pesquisador Julio Croda da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBTM) afirmou que “estamos caminhando para o fim da pandemia”, em entrevista ao jornal O Globo. O infectologista também afirmou que a Covid-19 tende a entrar numa fase endêmica, “com períodos sazonais epidêmicos, como já acontece com a gripe e a dengue, por exemplo”.

Publicidade

De acordo com o portal Uol, uma doença endêmica seria aquela em que a população convive constantemente com a doença, como nos exemplos citados por Julio Croda, o que levaria ao fim da pandemia. “Passar da pandemia para a endemia não significa que a gente não vai ter o impacto da Covid-19 em termos de hospitalização e óbito. Significa que esse impacto vai ser menor a ponto de não ser necessário medidas restritivas tão radicais e eventualmente até a liberação do uso de máscaras, que é uma medida protetiva individual”, afirmou o pesquisador.

Julio afirma que o Brasil ainda vive o pico da variante Ômicron e que ainda não é possível adotar as medidas de flexibilização, como fez a Europa. “A nossa cobertura vacinal é diferente, a dinâmica da pandemia aqui é diferente, ela chegou mais tardiamente. Temos que observar nossos indicadores. O mês de fevereiro ainda vai ter muita transmissão, muita hospitalização, muito óbito. Em algum momento teremos que fazer essa discussão, mas provavelmente isso será a partir do meio de março”, confirmou.

Publicidade