Sem vacinas da gripe, Rio de Janeiro pede ajuda ao Instituto Butantan

A campanha de vacinação está parada na cidade há seis dias por falta de imunizante

Sem vacinas da gripe, Rio de Janeiro pede ajuda ao Instituto Butantan
Nas últimas semanas, a cidade do Rio registrou um surto de influenza A, cerca de 21 mil pessoas foram contaminadas pela gripe (Crédito: Reprodução/ Alesp)

A Prefeitura do Rio de Janeiro pediu ajuda ao Instituto Butantan, em São Paulo, para preencher os estoques da vacina da gripe. A campanha de vacinação está parada na cidade há seis dias por falta de imunizante.

Publicidade

Em entrevista ao Bom Dia Rio, da Rede Globo, nesta quarta-feira (8), o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que o Butantan “já se propôs a doar 300 mil doses” para o Rio. A carga do laboratório paulista deve chegar nos próximos dias.

Uma remessa com 100 mil doses despachadas pelo ministério, que está atrasada há dois dias, estava prevista para chegar nesta quarta-feira.

“Infelizmente a gente teve de fazer o contato direto com o Instituto Butantan. A gente não pode esperar, as pessoas precisam se proteger”, disse. “Eu estou cobrando muito o Ministério da Saúde. Não pode faltar vacina para a gripe, ainda mais durante um surto”, continuou o secretário.

As secretarias de saúde recomendam que as pessoas com sintomas leves de gripe procurem as unidades de atenção primária e as tendas.

Publicidade

Casos de gripe no Rio

Nas últimas semanas, a cidade do Rio registrou um surto de influenza A, cerca de 21 mil pessoas foram contaminadas pela gripe, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde. Diante da situação da doença, muitas pessoas procuraram postos de saúde para se imunizar, mas a vacina acabou e a campanha de imunização teve que ser paralisada.

Publicidade