Associação Brasileira dos Produtores de Algodão

Boletim da Abrapa mostra sinais de força no consumo do algodão

Apesar do mercado mundial continuar apresentando volatilidade, os sinais de força do consumo e redução da inflação nos EUA foram pontos positivos da semana.

boletim-da-abrapa-mostra-sinais-de-forca-no-consumo-do-algodao
(Crédito: Getty Images)

Nesta sexta-feira (18), a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) divulgou seu Boletim de Inteligência de Mercado. O relatório mostra que o mercado do algodão segue apresentando volatilidade pelo mundo.

Publicidade

Porém, a semana apresentou sinais de força no consumo da fibra, fato considerado um dos pontos positivos da semana, somado a redução da inflação nos Estados Unidos.

Confira os destaques trazidos pelo Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa:

Algodão em NY 1 – O contrato Dez/22 fechou ontem a 87,04 U$c/lp (+0,76%).

Algodão em NY 2 – Referência para a safra 2022/23, o contrato Dez/23 era cotado a 79,17 U$c/lp (+0,98%) e o Dez/24 a 76,90 (+0,84%) para a safra 2023/24.

Preços (17/11), o algodão brasileiro estava cotado a 106,75 U$c/lp (+225 pts) para embarque em Nov-Dez/22 (Middling 1-1/8″ (31-3-36) posto Ásia, fonte Cotlook). Para embarque em Out-Nov/23 a referência do preço fechou em 98,50 U$c/lp (+150 pts).

Publicidade

Altistas 1 – Apesar do temor de uma recessão ser grande, consumo dá bons sinais de resiliência nos EUA, com números de outubro nos mesmos níveis de 2021.

Altistas 2 – E a expectativa é de aumento, já que a National Retail Federation dos EUA prevê que vendas em novembro e dezembro sejam de 6% a 8% mais altas que ano passado.

Altistas 3 – Números de inflação nos EUA do mês de outubro foram menores que o esperado, dando esperanças que o FED pode reduzir o aumento das taxas de juros daqui pra frente.

Publicidade

Baixistas 1 – As vendas de exportação dos EUA esta semana foram de somente 26 mil fardos, menor volume do ano comercial até agora.

Baixistas 2 – Varejistas e industriais em todo o mundo continuam cautelosos nos pedidos, o que tem mantido a demanda em toda a cadeia ainda fraca.

Baixistas 3 – Apesar de ter anunciado esta semana flexibilização das medidas de restrição devido à Covid-19, a China continua pagando alto preço econômico pela estratégia adotada pelo país no combate à doença.

Publicidade

Vietnã 1 – Semana que vem, uma delegação Cotton Brazil composta por produtores e exportadores de algodão estará percorrendo as principais regiões industrias do Vietnã, realizando visitas técnicas a fiações e realizando eventos nas cidades de Hanoi e Ho Chi Minh City.

Vietnã 2 – A comitiva, liderada pelo presidente da Abrapa, Júlio Busato, contará com o suporte local da principal entidade de indústrias de fiações no país (VCOSA) e da Embaixada do Brasil no Vietnã.

Vietnã 3 – O Vietnã é o terceiro maior importador global de algodão e segundo maior importador de algodão do Brasil. O país importa anualmente 1,5 milhão de toneladas de fibra.

Publicidade

Bom exemplo 1 – Integrante do programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), a Fazenda Perdizes, da SLC, foi apresentada como case de como funciona o pagamento por serviços ambientais na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 27).

Bom exemplo 2 – O projeto CONSERV remunera a fazenda por manter preservada uma área de 1.358 hectares de vegetação nativa além das exigências do Código Florestal Brasileiro. O case foi inserido no painel sobre Agricultura e Serviços Ambientais numa iniciativa do programa Cotton Brazil.

EUA – A colheita de algodão nos EUA avança para 71% (+9%), acima da média de cinco anos em 63% e na última safra em 64%. Em torno de 52.5% do algodão americano já foi classificado.

Índia – A exportação de produtos têxteis e de roupas de algodão caiu 41,53% e 21,16% na Índia, respectivamente, no acumulado do ano em relação a 2021. O motivo para a queda é a redução na demanda externa ocasionada pela desaceleração da economia mundial.

China – De acordo com pesquisa do Beijing Cotton Outlook (BCO), pouco mais de 30% das fiações chinesas tiveram taxa de operação superior a 90% em outubro. As encomendas no mês passado foram reduzidas para quase 50% do parque fabril.

Bangladesh – Baixa liquidez no sistema financeiro bengali tem restringido o crédito para importadores de algodão. Outra preocupação em Bangladesh é a escassez de energia, que torna instável a produção de fios.

Agenda – Semana que vem é feriado de Ação de Graças nos EUA. Portanto, não haverá mercado na quinta e na sexta-feira a sessão será parcial.

Brasil – Exportações – De acordo com dados do Ministério da Economia, o Brasil exportou 91,5 mil tons de algodão nas duas primeiras semanas de novembro/22. A média diária de embarque foi 24,2% superior quando comparado com novembro/21.

Brasil – Beneficiamento 2021/22 – Até ontem (17/11): BA (94%); GO (99%); MA (63%) MS (97%); MT (96%); MG (98%); SP (100%); PI (100%); PR (100%). Total Brasil: 93% beneficiado.

Brasil – Semeadura 2022/23 – Até ontem (17/11) já foram semeados 7% da área previsto no estado de SP. MG iniciou o plantio em poucas áreas ao norte do estado e BA na região sudoeste.