protesto por reajuste

30% dos enfermeiros da Santa Casa cruzam os braços no MS

Categoria prometia paralisar 50% do efetivo.

Escala de enfermagem da Santa Casa funciona com 70% nesta quarta-feira. (Crédito: Henrique Arakaki/ Jornal Midiamax)

A promessa de paralisação das atividades de metade dos funcionários da Santa Casa nesta quarta-feira (21) não se efetivou devido a uma ordem judicial enviada ao Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), às 23 horas de ontem (20), por meio do sindicato patronal, o Sindesul (Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de  de Mato Grosso do Sul).

Publicidade

De acordo com o presidente do Siems, Lázaro Santana, a decisão determina a suspensão da paralisação por 24 horas, o que transformou as ações de hoje em uma mobilização da categoria para continuar a pressionar em prol do reajuste anual de salários, em continuidade ao protesto que foi realizado ontem. “Quem estiver de folga ou de férias, pedimos que se junte nesse apoio”, afirma o presidente.

De acordo com a assessoria da Santa Casa, os atendimentos de hoje funcionarão por escala com 70% do efetivo de enfermagem, semelhante ao modelo de ontem, o que causou transtornos no atendimento e gerou reclamações da população. Na manhã desta quarta-feira, cerca de 50 funcionários estão mobilizados em frente ao hospital.

*Texto publicado originalmente no portal Midiamax 

Publicidade