Problemas de saúde

Circulação de vírus respiratórios cresce em épocas de frio

As temperaturas mais frias fazem com que as pessoas fiquem mais próximas, relatou, em entrevista a CNN, o infectologista Robson Reis.

tempo-frio-favorece-circulacao-de-virus-respiratorios
As transmissões podem aumentar, pois também é um período em que as pessoas levam mais as mãos à boca e ao nariz (Crédito: Canva)

O tempo frio no Brasil pode aumentar a circulação de vírus respiratórios. Como em várias regiões do país a temperatura baixou, é necessário ficar em alerta para algumas doenças infectocontagiosas, como a Covid-19 e a gripe; Elas podem aparecer com mais frequência nessa época, pois alguns fatores contribuem para o aumento dessa circulação.

Publicidade

Em entrevista a CNN, o infectologista Robson Reis, professor da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, disse que as temperaturas mais frias fazem com que as pessoas fiquem mais próximas em ambientes de trabalho, escolares, em transporte público e assim fechem as portas e janelas. As transmissões podem aumentar, pois também é um período em que as pessoas levam mais as mãos à boca e ao nariz, regiões de entrada dos vírus.

“Isso [contágio] ocorre quando um indivíduo acaba cumprimentando com a mão [alguém infectado] ou tocando alguma superfície contaminada e levando a mão à boca. O vírus penetra pelo trato respiratório, favorecendo a transmissão indireta”, afirmou o médico a CNN. Outra forma de contaminação pode ser a transmissão direta, que ocorre por meio do contato com secreção de outro indivíduo, como, por exemplo, pela tosse e espirro.

A dica para se precaver da Covid-19 e outros vírus no frio é, manter o ambiente arejado nos estabelecimentos e outros locais que puder. O infectologista ressalta que é interessante manter os protocolos conhecidos da Covid-19 e as vacinas atualizadas. “Na medida do possível, tentar manter o distanciamento físico Também fazer a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel. Se for ficar em ambiente com muitas pessoas, é importante a utilização de máscaras”, afirmou Reis.

Publicidade