Família de Isa Penna, deputada, vem sendo alvo de ataques

Deputada disse que atualizou seu boletim de ocorrência, que havia registrado no dia 27 de janeiro, devido aos novos ataques

Família de Isa Penna, deputada estadual, vem sendo alvo de ataques
Isa Penna, tinha denunciado os ataques com ameaças de morte e estupro que recebeu (Créditos: Divulgação / Redes Sociais @isapenna)

Isa Penna, deputada estadual (PSOL-SP), em um vídeo que publicou em suas redes sociais nesta sexta-feira (4), disse que sua família vêm recebendo ameaças e ataques por meio de e-mails recebidos na terça-feira (1). O endereço dos pais da parlamentar foi divulgado em uma das mensagens.

Publicidade

“Recebi mais uma ameaça em meu e-mail oficial. A primeira foi no dia dia 27 de janeiro de 2022. E esta nova denúncia, foi no dia 1° deste mês de fevereiro. E com o mesmo padrão da ameaça. Porém, desta vez, o endereço de meus familiares foi divulgado como alvo de ataque”, afirmou.

Ela disse que atualizou seu boletim de ocorrência, que havia registrado no dia 27 de janeiro, devido aos novos ataques. Isa Penna, tinha denunciado os ataques com ameaças de morte e estupro que recebeu.

“As medidas legais foram tomadas: o boletim de ocorrência foi atualizado, fiz um pedido de proteção parlamentar na ALESP, encaminhei a denúncia para o Conselho Nacional de Direitos Humanos, medidas de segurança orientadas pela ONG Terra De Direitos – especializada no atendimento e assistência aos defensores de direitos humanos, também foram tomadas. Além disso, conversei com o Delegado Geral da Polícia Civil do Estado de SP”, relata ela na gravação.

Na primeira mensagem que recebeu, o criminoso ameaça de “golpear o crânio” da deputada com um “martelo ordinário” e estuprá-la logo em seguida. Ele ainda ameaça ela por fim, de “cortar sua cabeça fora”. Ela registrou o caso na delegacia da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Publicidade

A Polícia Civil, na semana passada, disse que sua denúncia deveria ser levada para a Divisão de rimes Cibernéticos, onde serão apurados os crimes de ameaça e injúria. Isa Penna, suspendeu suas agendas públicas, por orientação das entidades consultadas, que seria feita em sigilo.

Importunação sexual

De acordo com o G1, em dezembro de 2020, um vídeo gravado por câmera da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp)mostra o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania-SP) passando sua mão no seio de Isa Penna durante a sessão extraordinária para votar o orçamento do estado. Ela também registrou boletim contra o deputado.

Cury foi expulso em novembro de 2021, por 27 votos a 3, votados pelo diretório estadual da Cidadania. O deputado recebeu uma notificação da Justiça por importunação sexual em outubro. Foi denunciado na esfera criminal em março pelo Ministério Público e, desde abril, a Justiça vinha tentando localizar o parlamentar para notificá-lo e dar prosseguimento ao processo.

Publicidade

No início de outubro, ele retomou seu mandato na Alesp, depois de 180 dias de suspensão determinados pela Casa por passar a mão na também deputada Isa Penna (PSOL). A defesa de Fernando Cury diz que ele “não teve a intenção de desrespeitar a colega do PSOL ou assediá-la” no que chamou de “leve e rápido abraço”, porém, a deputada acusou o deputado ao Conselho de Ética da Casa Legislativa e defendeu a cassação de seu mandato.

Publicidade