Isaac Alcolumbre é indiciado pela PF por tráfico de drogas

O ex-deputado já havia sido preso, mas na época foi solto seis dias depois

isaac-alcolumbre-e-indiciado-pela-pf-por-trafico-de-drogas
Ex-deputado Isaac Alcolumbre (Crédito: Reprodução / Twitter @luizmelodiario)

O ex-deputado Isaac Alcolumbre foi indiciado pela Polícia Federal por tráfico de drogas, associação ao tráfico e organização criminosa. Alcolumbre é dono de um aeródromo na Zona Rural de Macapá, que segundo ás investigações era usado para receber aviões com drogas vindas de países como Colômbia e Venezuela. O lugar também era usado como ponto de distribuição de drogas para outros lugares do país.

Publicidade

O ex-deputado também é responsável por apoio logístico, de combustível e manutenção das aeronaves. De acordo com a Polícia Federal, Isaac Alcolumbre chegou a receber no aeródromo pessoalmente três traficantes, considerados os chefes do grupo criminoso que coordenavam as drogas desde a vinda para Brasil até a distribuição para outros lugares.

O inquérito concluiu que com a análise da Polícia Federal, através de documentos, conversas telefônicas, conversas com presos,  Isaac Alcolumbre teve um papel importante na associação criminosa. Toda essa operação deu início quando foi percebido movimentações suspeitas de aeronaves.

Foi descoberto destroços de um avião em maio de 2020 numa área isolada do município de Calçoene, no extremo norte do Amapá. A investigação aponta que o veículo foi incendiado com o intuito de esconder o crime.

Uma segunda aeronave que transportou pessoas do avião incendiado  teria sido vendida, em novembro de 2020 para uma pessoa presa no Pará com 450 quilos de skank, que é uma maconha com mais substâncias. Desde então, as investigações não pararam.

Publicidade

O post abaixo, referente á outubro de 2020, mostra a quantidade de dinheiro que a Polícia Federal encontrou na casa de Alcolumbre, quando naquela época havia sido preso.

Publicidade