Documentos falsos

Polícia Federal prende, no Rio, acusado de fraudes previdenciárias

A investigação acontece desde 2020 e a estimativa é que o esquema tenha causado um prejuízo de cerca de R$ 500 mil.

policia-federal-prende-no-rio-acusado-de-fraudes-previdenciarias
O nome do preso ainda não foi anunciado (Crédito: Canva)

A Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão contra um homem de 60 anos, acusado de usar documentos falsos para obter benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Os mandados foram cumpridos nesta quinta-feira (19) na casa do investigado, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O nome do preso ainda não foi anunciado.

Publicidade

A Justiça também suspendeu os benefícios previdenciários fraudados. Segundo a Polícia Federal (PF), a investigação começou em 2020. Desde então, foram identificados pelo INSS pelo menos 30 benefícios obtidos de forma fraudulenta, entre eles, pensões por morte e benefícios assistenciais ao idoso.

A estimativa é que o esquema tenha causado um prejuízo de cerca de R$ 500 mil. O investigado responderá pelos crimes de falsificação de documento público, uso de documento público falso, receptação de documentos provenientes de furto e roubo, apetrechos de falsificação e estelionato previdenciário.

(Agência Brasil)

Publicidade