Prefeitura de Itambé (BA), alerta sobre rompimento da barragem

Foi pedido pela gestão municipal para que todas as pessoas deixassem as margens do rio verruga

Prefeitura de Itambé (BA), alerta sobre rompimento da barragem
A prefeitura informou que ninguém se machucou, e que não foram “constatados maiores prejuízos” (Créditos: Manu Dias/GOVBA)

Devido às fortes chuvas na região de Salvador, a prefeitura de Itambé, município do Sul da Bahia, alertou sobre o rompimento da barragem na noite deste sábado (25), e disse que uma forte enxurrada poderia atingir áreas da cidade.

Publicidade

Foi pedido pela gestão municipal para que todas as pessoas deixassem as margens do rio verruga. A Santa Casa de Misericórdia da cidade afirmou que nenhuma pessoa precisou ser encaminhada ao local.

Em um comunicado divulgado pela prefeitura de Vitória da Conquista, cidade próxima à barragem, a Defesa Civil e técnicos da Prefeitura, a Polícia Rodoviária Federal e a Via Bahia monitoram o volume de água no local.

A prefeitura informou que ninguém se machucou, e que não foram “constatados maiores prejuízos”.

A prefeita da cidade, mais cedo, conversou com o ministro da Cidadania, João Roma, e com o governador da Bahia, Rui Costa, pedindo apoio para o município, segundo a própria gestão municipal. De acordo com as autoridades, uma base da Defesa Civil Nacional será instalada neste domingo (26) em Vitória da Conquista.

Publicidade

Segundo informações da CNN, o governador da Bahia, Rui Costa, declarou que são 30 as cidades alagadas – os municípios mais atingidos na região Sul são Ibicaraí, Itajuípe, Itapitanga, Coaraci, Camamu, Canavieiras, Igrapiúna,Itacaré, Maraú, Una, Uruçuca, Itambé, Itororó, Itapetinga, Acatiba.

Foram acionadas sirenes em Salvador, pela Defesa Civil Municipal (Codesal), em dois locais de risco devido às fortes chuvas na noite deste sábado, por volta das 21h: Bosque Real, no bairro Sete de Abril, e Moscou, no bairro Castelo Branco.

Segundo um comunicado, o protocolo foi acionado devido ao registro de mais de 150 mm nos últimos  3 dias nestes locais, o que é considerado um “alerta máximo”.

Publicidade

Foram para o local equipes da Codesal e das secretarias de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Sempre) e da Educação (Smed) para dar suporte aos moradores a conseguirem sair das residências em situação de risco. Estão sendo atendidas pelo menos 4 pessoas no ponto de abrigamento instalado na Escola Municipal de Castelo branco.

A prefeitura de Salvador informou que a situação que está no momento é de alerta máximo, e que as chuvas devem continuar fraca a moderada até o fim deste domingo (26).

A gestão municipal ainda disse que a chuva registrada no mês, em Salvador, tem volume seis vezes maior do que o esperado para o mês inteiro. As precipitações já atingiram 355,8mm na cidade, de acordo com a estação meteorológica de Ondina, contra o volume esperado de 58,1mm.

Publicidade

Até o momento, 18 pessoas morreram por conta das fortes chuvas na Bahia, e 4,2 mil estão sem abrigo.

Governadores de sete estados brasileiros, anunciaram neste sábado (25), que estão enviando ajuda humana e material para os municípios afetados pelas tempestades na Bahia.

Até agora os governadores de São Paulo, Piauí, Maranhão, Espírito Santo, Ceará, Paraíba e Minas Gerais prestaram solidariedade às pessoas afetadas pelas fortes chuvas e disseram que vão prestar apoio.

Publicidade