Ford apresenta a nova geração da Ranger

A caminhonete da marca foi totalmente renovada e será produzida na Argentina a partir de 2023. Conheça todos os detalhes

Ford apresenta a nova geração da Ranger
(Crédito: Divulgação/ Ford)

Depois de uma longa espera, a Ford apresentou a nova geração da Ranger, a picape média que será fabricada na Argentina a partir de 2023 como um produto global.

Publicidade

Com uma plataforma evoluída, apresenta características muito semelhantes às de suas irmãs Maverick e F-150.

O design apresenta luzes diurnas DRL em forma de C e uma barra de largura total com o logotipo da Ford no meio. As lanternas traseiras também são robustas e possuem tecnologia LED, enquanto a tampa da caixa tem a designação Ranger muito grande e a terceira luz de freio no meio (ela não está mais localizada acima do vidro traseiro).

As portas internas também foram totalmente reformadas, pois conta com uma central multimídia vertical de 12 polegadas (SYNC 4) com internet 4G e diversos tipos de conectividade. As variantes mais baratas também terão uma tela vertical, mas será de 10,1 polegadas. O volante não é mais o mesmo que o Ranger atual, enquanto os instrumentos são totalmente digitais (pelo menos nas variantes mais completas).

Com poucos botões físicos, o seletor de marcha chama a atenção por não ser o conhecido botão oferecido pelos diversos modelos da marca e até mesmo pelo recente Maverick.

Publicidade

Outro destaque é a seleção do tipo de condução, freio de estacionamento eletrônico, GPS, assistente de estacionamento, câmera 360 graus e assistente de rampa, entre outros.

Entre os motores que mais se destacam, está o novo turbodiesel 3.0 V6, associado a uma transmissão automática de 10 velocidades; o turbodiesel 2.0 de quatro cilindros com transmissão manual ou automática de seis velocidades; 2.0 quatro cilindros twin-turbo diesel com uma transmissão manual de seis velocidades ou automática de 10 velocidades, e o turboalimentador Ecoboost 2.3 de quatro cilindros, associado a uma transmissão automática de 10 velocidades.

Além disso, terá modalidades 4×4 para diferentes tipos de estradas, um detalhe a ter em conta.

Publicidade

Embora a apresentação seja global por natureza, as primeiras unidades serão comercializadas na Austrália e na Europa a partir de 2022.

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina

Publicidade