ONDA DE PROTESTOS

Jogador é preso no Irã por ‘propaganda’ contra o governo

Voria Ghafouri, nascido no Curdistão, publicou foto no Instagram utilizando trajes tradicionais curdos.

jogador-e-preso-no-ira-por-propaganda-contra-o-governo
Voria Ghafuri usa trajes tradicionais curdos (Crédito: Reprodução/ Instagram)

O jogador de futebol Voria Ghafouri foi preso no Irã acusado de fazer “propaganda” contra a República Islâmica. A agência iraniana de notícia Fars informou que as autoridades o acusaram ainda de ter “insultado e manchado a reputação da seleção nacional”.

Publicidade

Por decisão da autoridade judicial, o jogador foi preso no Irã depois de um treino de seu time Fooolad, do Cuzistão. Ghafouri, de 35 anos, publicou uma foto no Instagram usando uma roupa tradicional curda. Ele é originário de Sanandaj, capital da província do Curdistão iraniano.

Desde a morte de Mahsa Amini, jovem iraniana de 22 anos em 16 de setembro o irã vive uma onda de protestos. A jovem foi detida pela polícia em Teerã acusada de violar o código de vestimenta em vigor no país e morreu três dias depois.