Energia

Alemanha vai estatizar ex-subsidiária da russa Gazprom

Esta não é a primeira companhia que será estatizada para garantir a energia para o país.

Alemanha vai estatizar ex-subsidiária da russa Gazprom
A Europa sofre com o abastecimento de gás natural, muito dependente da Rússia (Crédito: Jeff J Mitchell/Getty Images)

A Alemanha anunciou que vai estatizar uma ex-subsidiária da empresa de energia russa Gazprom. Esta é mais uma medida da Alemanha para garantir a necessidade energética do país, muito dependente do gás natural proveniente da Rússia.

Publicidade

A empresa, antes Gazprom Germania, se chama Securing Energy for Europe (Sefe, que quer dizer algo como “garantindo energia para a Europa”). A companhia de energia controla a maior estação de armazenamento de gás natural presente na Alemanha. No final de semana do dia 12 de outubro, a Comissão Europeia aprovou uma ajuda de 225,6 milhões de euros para a Sefe, abrindo espaço para a estatização.

Esta não é a primeira companhia que será estatizada para garantir a energia para a Alemanha. A primeira foi a maior importadora de gás do país, a Uniper, em setembro. A Uniper foi estatizada pois o corte no fornecimento de gás da Rússia ameaçou a gigante de falência.

De acordo com o governo da Alemanha, a Sefe já havia sido dispensada pela Gazprom no início deste ano e, portanto, foi colocada sob o controle alemão em abril. Desde lá, a empresa já recebeu cerca de 10 bilhões de euros em créditos garantidos pelo Estado. Desta maneira, a Gazprom perderá todas as ações da companhia.

Publicidade