Biden anuncia sanções contra bancos e figuras importantes da elite russa

Biden também afirmou que Putin está planejando uma tomada de território ucraniano

biden-anuncia-sancoes-contra-bancos-e-figuras-importantes-da-elite-russa
O presidente dos EUA, Joe Biden, faz comentários sobre os desenvolvimentos na Ucrânia e na Rússia e anuncia sanções contra a Rússia, da Sala Leste da Casa Branca, em 22 de fevereiro de 2022 em Washington, DC. (Crédito: Drew Angerer/Getty Images)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira (22) um pacote de sanções contra a Rússia após Vladimir Putin reconhecer a independência de duas regiões separatistas no leste da Ucrânia.

Publicidade

Biden afirmou que as sanções inicialmente afetam o banco VEB e o banco militar russo, cortando-os de financiamento ocidental. A partir desta quarta (23) haverá também sanções financeiras contra a elite russa e seus familiares.

“Vou começar a impor sanções em resposta, muito além das medidas que nós e nossos aliados e parceiros implementamos em 2014. E se a Rússia for mais longe com essa invasão, estamos preparados para ir além com as sanções”, disse o líder norte-americano.

Biden também afirmou que Putin está planejando uma tomada de território ucraniano que vai além das regiões separatistas de Luhansk e Donetsk. O presidente dos EUA chamou o processo de “início de uma invasão russa da Ucrânia”.

Alemanha, Reino Unido e UE

O governo da Alemanha, liderado pro Olaf Scholz, suspendeu a autorização para a operação do gasoduto russo Nord Stream 2 e o Reino Unido anunciou sanções a cinco bancos e três cidadãos russos.

Publicidade

Josep Borrell, chefe da diplomacia da União Europeia, anunciou nesta terça-feira (22) que a organização já previu um pacote de sanções à Rússia. Em entrevista coletiva, Borrell disse que as sanções atingirão políticos russos, bancos e o setor de defesa.

“Este pacote de sanções, que foi aprovado por unanimidade pelos Estados membros, prejudicará a Rússia e prejudicará muito”, afirmou Borrell.