COPA NO CATAR

O que a Budweiser vai fazer com as cervejas que não poderá vender na Copa?

Com comercialização no entorno dos estádios proibida de última hora, empresa de cerveja anuncia solução no Twitter.

budweiser-cervejas-copa
(Crédito: Reprodução)

A empresa de cerveja Budweiser foi pega de surpresa pela proibição da venda de bebidas alcoólicas no entorno dos estádios da Copa do Mundo do Catar. Por isso, a patrocinadora do evento teve que arranjar uma solução inovadora para não acabar com muita cerveja nas mãos.

Publicidade

Pelo Twitter, a Budweiser anunciou que o país campeão levará para casa todo o estoque que estava reservado para vendas no Catar. “Novo dia, novo Tweet. O país vencedor fica com as Buds. Quem vai levar?”, escreveu a empresa.

Publicidade

A Budweiser também confirmou os planos em comunicado enviado à “CNN Business”, escrevendo que “quer levar esta celebração dos estádios da Copa do Mundo da FIFA para os torcedores do país vencedor”.

Na última sexta-feira (25), faltando apenas dois dias para o início do evento, a família real do Catar decidiu proibir a venda de cerveja no entorno dos estádios. O Catar é um país muçulmano considerado muito conservador, que regula rigorosamente a venda e o uso de álcool.

“Após discussões entre as autoridades do país anfitrião e a FIFA, foi tomada a decisão de concentrar a venda de bebidas alcoólicas no FIFA Fan Festival, em outros destinos de torcedores e locais licenciados, removendo os pontos de venda de cerveja do perímetro do estádio da Copa do Mundo da FIFA 2022 no Catar”, anunciou a FIFA.

Publicidade

Com isso, a cerveja segue sendo permitida apenas nos camarotes e no Fifa Fanfestival. Além da limitação, os torcedores também terão de enfrentar os altos preços, já que o copo de 500ml custa R$ 73.

 

Publicidade