Chega a 111 o número de mortos por ciclone em Madagascar

Dentre os 111 mortos, 87 foram encontrados no distrito de Ikongo, no leste do país

chega-a-111-o-numero-de-mortos-por-ciclone-em-madagascar
Várias regiões foram destruídas pelos ventos fortes (Crédito: Reprodução / Twitter @OpFistula)

Sobe para 111 o número de mortos pelo ciclone Batsiraiem em Madagascar. Após o resgate identificar 17 corpos uma semana depois do início das tempestades na ilha do Oceano Índico, os números de pessoas foram elevados para 111 mortos. Os serviços de resgates chegaram a quase todas as áreas afetadas.

Publicidade

De acordo com o Escritório Nacional de Gerenciamento de Riscos e Catástrofes (BNGRC), dos 111 mortos, 87 foram encontrados no distrito de Ikongo, no leste do país. O ciclone começou na costa leste de Madagascar no sábado (5). Cerca de 30 mil pessoas tiveram que deixar suas casas e 18 mil pessoas foram afetadas.

Os ventos que chegaram a 165 km/h, deixaram a ilha na segunda-feira (7). As temporadas de ciclone costumas ser de novembro a abril. Todo ano cerca de dez tempestades ou ciclones passam pelo sudoeste do Oceano Índico.

Uma semana antes do acontecido, Madagascar havia registrado 55 mortes, devido a tempestade tropical Ana. No último acontecimento, chegou a 111 o número de mortos devido o atual ciclone, onde várias residências foram danificadas e pessoas tiveram que deixar suas casas.

“A jornada do ciclone #Batsirai para aterrissar em Madagascar.”

Publicidade