Chuvas em Quito deixa 22 mortos e 47 feridos

Nove pessoas ainda seguem desaparecidas

chuvas-em-quito-deixa-22-mortos-e-47-feridos
As chuvas em Quito registraram o número mais alto em quase duas décadas. Choveu o equivalente a 75 litros por metro quadrado. (Crédito: Reprodução/Redes Sociais)

Após fortes chuvas, um deslizamento de terra em Quito, capital do Equador, matou 22 pessoas e feriu outras 47. Os dados são do balanço desta terça-feira (1) dos serviços de emergência do país.

Publicidade

As equipes de resgate dos bombeiros ainda continuam com operações de buscas em casas destruídas e ruas cobertas pela lama. Nove pessoas ainda seguem desaparecidas.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram um rio de lama avançando pelas ruas de Quito. Árvores, carros, lixeiras e até postes de eletricidade foram levados com a força da água.

Recentemente, o Equador tem enfrentado fortes chuvas em várias áreas do país, que causaram transbordamento de rios e afetaram centenas de casas e estradas. A rede elétrica de Quito também ficou comprometida, a subestação de energia Miraflores esta inativa até o momento.

As chuvas em Quito nesta segunda-feira (31) registraram o número mais alto em quase duas décadas. Choveu o equivalente a 75 litros por metro quadrado.

Publicidade

Em comunicado oficial, o município de Quito pediu aos moradores de La Gasca, região norte da cidade, para que ficassem na parte alta de suas residências para que pudessem ser regatados pelos bombeiros. As imagens das ruas de La Gasca são impressionantes.

Publicidade