Embaixada russa na Irlanda é atingida por caminhão

Pessoas que estavam próximas, disseram que viram o homem dar ré deliberadamente em direção à entrada do prédio diplomático; ainda no local, o motorista do caminhão foi preso

Embaixada russa na Irlanda é atingida por caminhão
A Gardaí policial da Irlanda, disse que vai investigar o rapaz que foi preso por “danos criminosos”

Um caminhão com cargas de artigos religiosos foi jogado por um homem contra os portões da embaixada da Rússia em Dublin, capital da Irlanda, na tarde desta segunda-feira (7), em um possível protesto contra a invasão das forças russas de Vladimir Putin na Ucrânia.

Publicidade

Pessoas que estavam próximas, disseram que viram o homem dar ré deliberadamente em direção à entrada do prédio diplomático. Depois da batida, ele desceu do veículo e entregou fotos que seriam vítimas do conflito para as pessoas que observavam a cena, de acordo com informações da RTÉ, imprensa estatal da Irlanda.

Ainda no local, o motorista do caminhão foi preso. Já o veículo continua parado em frente à embaixada e a Rodovia Orwell, onde fica o prédio, está interditada. A Gardaí policial da Irlanda, disse que vai investigar o rapaz que foi preso por “danos criminosos”, afirmou a RTÉ.

Em nota, a embaixada russa no país condenou o ataque, que descreveu como um “ato criminoso de insanidade contra uma missão diplomática pacífica”. Os representantes do órgão ainda acusaram agentes da Gardaí de observar o crime sem tentar interromper, cobrando “medidas amplas” para garantir a segurança da equipe da embaixada.

“Este incidente causa preocupação extrema. Nós acreditamos que ninguém em sã consciência poderia apoiar ações tão insensíveis e bárbaras”, completou o comunicado, reproduzido pela mídia irlandesa. O embaixador da Rússia na Irlanda, Yury Filatov, na semana passada, afirmou que ameaças de morte foram enviadas aos funcionários da embaixada em seus endereços pessoais.

Publicidade

Em uma entrevista a um canal de TV da Rússia, ele disse que protestos violentos já teriam acontecido em frente à embaixada em Dublin, com denúncias à polícia do país, que acusa as autoridade da Irlanda de serem fortemente adeptas das medidas contra o governo Putin. De acordo ainda com o diplomata, crianças russa também estariam sofrendo as consequências, sendo alvo de preconceito nas escolas irlandesas.

Publicidade