Holanda, Bélgica e Irlanda expulsam diplomatas russos

A Rússia ainda não se manifestou sobre a expulsão dos três países

holanda-blgica-e-irlanda-expulsam-diplomatas-russos
Presidente Vladimir Putin (Crédito: Peter Muhly – WPA Pool/Getty Images)

A Holanda, Bélgica e Irlanda, anunciaram nesta terça-feira (29) que expulsaram 42 diplomatas russos de seus países. A acusação é que esses diplomatas estariam agindo como oficiais de inteligência da Rússia.

Publicidade

De acordo com o Estadão, o Ministério das Relações Exteriores Holandês, afirmou que a Holanda irá expulsar 17 diplomatas. Já a Irlanda anunciou a expulsão de quatro diplomatas russos alegando que não atendem a padrões de comportamento diplomático e a Bélgica pediu para expulsar 21 pessoas.

O embaixador russo, foi convocado pelo Ministério das Relações Exteriores para ser notificado das expulsões. Segundo a Reuters, a decisão da expulsão veio após a publicação de um matéria que apontou os indícios de espionagens, mesmo que sem fontes. A Rússia ainda não se manifestou sobre a expulsão dos três países.

No mesmo dia da expulsão dos diplomatas, o país russo anunciou a expulsão de 10 diplomatas dos três países bálticos. Na lista possuem diplomatas da Estônia, três da Letônia e quatro da Lituânia. Na segunda-feira (28), a Rússia já havia anunciado a expulsão de três diplomatas eslovacos.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

Publicidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

A Ministra das Relações Exteriores da belga compartilhou por meio do Twitter sobre a expulsão dos diplomatas. “Conforme anunciado em comissão, a Bélgica decidiu expulsar 21 pessoas que trabalham para a embaixada e consulado russos, que foram identificadas tendo em conta o seu envolvimento em operações de espionagem e influência que ameaçam a segurança nacional.”

*Este texto contém informações retiradas do jornal Estadão.