app israelense

Premiê espanhol teve celular invadido por software de espionagem

Informações do telefone pessoal de Pedro Sánchez foram vazadas após ser infectado com Pegasus.

Premiê Espanhol Pedro Sánchez (Crédito: Getty Images)

O celular do premiê espanhol, Pedro Sánchez  teria sido infectado com um software de espionagem. A informação é do serviço secreto da Espanha. A espionagem aconteceu com o programa israelense Pegasus.

Publicidade

De acordo com o Uol, o Executivo espanhol informou que a invasão ocorreu ainda no celular da ministra da Defesa, Margarita Robles.

O caso foi explicado em uma entrevista coletiva, convocada em caráter de urgência, que teve a presença da porta-voz do gabinete, Isabel Rodríguez, e do ministro da Presidência, Félix Bolaños. O país vive uma crise política, em que há teorias sobre  espionagem em diversas lideranças políticas da Catalunha e País Basco.

A União Europeia vem debatendo o banimento do software israelense Pegasus, com o argumento de que está sendo usado para espionar autoridades.

De acordo com o site G1, a Audiencia Nacional, que é a instância mais alta da justiça espanhola, vai investigar o caso.

Publicidade