Crise Energética

Reino Unido registra maior inflação anual desde 1981

A alta é causada pela crise energética causada pela guerra entre Rússia e Ucrânia.

Reino Unido registra maior inflação anual desde 1981
A Europa se prepara para um inverno difícil com a diminuição do fornecimento de gás russo (Crédito: Jack Taylor/Getty Images)

Segundo informações do Escritório Nacional de Estatísticas do Reino Unido desta quarta-feira (16), a inflação anual chegou a 11,1%, maior taxa em 41 anos. A alta é causa da crise energética por conta da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Publicidade

“O aumento dos preços do gás e da eletricidade levou a inflação ao seu nível mais alto em mais de 40 anos”, publicou, em suas redes sociais, o economista-chefe do Escritório Nacional de Estatísticas, Grant Fitzner.

Sem o fornecimento habitual de gás natural e petróleo proveniente da Rússia, o custo da energia no Reino Unido disparou nos últimos meses. De acordo com o instituto de estatísticas, o preço do gás disparou quase 130% e a eletricidade aumento 66%. Em setembro, por exemplo, a inflação no Reino Unido alcançou 10,1%, recorde das últimas quatro décadas.

O chefe do Tesouro do Reino Unido, Jeremy Hunt, afirmou que a sua missão é retornar à meta de 2% ao ano:

“Não podemos ter crescimento sustentável de longo prazo com inflação alta. (…) É nosso dever ajudar o Bank of England em sua missão de devolver a inflação à meta.”

Publicidade

O inverno se aproxima do Hemisfério Norte e deve agravar os problemas trazidos pela crise energética, já que o gás natural é utilizado no aquecimento urbano dos países.

 

Publicidade