Conflito Rússia x Ucrânia

Rússia bombardeia fábrica nos arredores de Kiev

Há duas semanas, as tropas foram retiradas de toda a região e os ataques passaram a se concentrar na região leste da Ucrânia

russia-bombardeia-kiev
Rua de Kiev (Créditos: Anastasia Vlasova/Getty Images)

A Rússia voltou a bombardear locais aos arredores da capital Kiev nesta sexta-feira (15). Há duas semanas, as tropas foram retiradas de toda a região e os ataques passaram a se concentrar na região leste da Ucrânia.

Publicidade

Segundo o portal G1, durante a madrugada explosões foram ouvidas nos arredores da cidade. O Ministério russo também anunciou nesta sexta que “o número e a frequência de ataques com mísseis a instalações em Kiev aumentará”, em resposta ao que Moscou chama de “sabotagem de forças ucranianas em território russo”.

O Ministério da Defesa russo assumiu a autoria do ataque com mísseis a uma fábrica nesta madrugada, que fica no complexo militar e industrial de Vizar em Vyshneve, no subúrbio de Kiev. Moradores relataram ter ouvido fortes explosões durante a madrugada.

Entenda o conflito

Desde o dia 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Publicidade

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.