atletas proibidos em Wimbledon

Wimbledon proíbe tenistas da Rússia e de Belarus no torneio

A competição está marcada para começar no dia 27 de maio.

wimbledon-proibe-tenistas-da-russia-e-de-belarus-no-torneio
Torneio Wimbledon (Crédito: Phil Cole/Getty Images)

Os organizadores de Wimbledon proibiram a participação de tenistas da Rússia e de Belarus no torneio por conta da invasão russa à Ucrânia. Nesta quarta-feira (20), em um comunicado, a organização afirmou que tem responsabilidade em desempenhar um papel nos esforços generalizados do governo, indústria, instituições esportivas e criativas para limitar a influência global da Rússia através dos meios mais fortes.

Publicidade

A competição está marcada para começar no dia 27 de maio. O atual nº 2 do mundo, Daniil Medvedev, Andrey Rublev, oitavo no ranking da ATP, e Anastasia Pavlyuchenkova, 15ª no feminino, não participarão de Wimbledon. O All England Club e o Comitê de Administração do campeonato demonstraram apoio a todos os afetados no conflito entre a Rússia e Ucrânia.

De acordo com a CNN, o porta-voz do governo, Dmitry Peskov disse que  a proibição de jogadores russos é inaceitável. “Fazer atletas vítimas de algum tipo de preconceito político, intrigas, ações hostis ao nosso país é inaceitável. Só podemos expressar arrependimento aqui. Considerando que a Rússia é afinal um país de tênis muito forte, nossos tenistas estão nas primeiras linhas do ranking mundial, a própria competição sofrerá com sua remoção”.

A Wimbledon compartilhou no Twitter uma iniciativa para apoiar a Ucrânia. “Tennis Plays for Peace é uma iniciativa conjunta em todo o tênis para apoiar os esforços de ajuda humanitária na Ucrânia.”

Publicidade