Azul e Gol voam com menos comissários devido a Covid-19

A medida pede para que a cada 50 passageiros, tenha um comissário

azul-e-gol-voam-com-menos-comissarios-devido-a-covid-19
A Latam ainda aguarda autorização da Anac (Crédito: Canva)

As companhias áreas Azul e Gol passam a voar com menos comissários, devido o avanço da Covid-19. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a Azul e a Gol a voar com menos funcionários, após o avanço da Ômicron. A autorização pede que ao invés de quatro comissários, estejam três.

Publicidade

A medida também obriga que a capacidade máxima do avião seja de 150 pessoas, mesmo que haja mais lugares. Até então, a Latam fez o mesmo pedido e ainda aguarda uma autorização da agência. Todos essas companhias áreas, sendo elas Azul, Gol e Latam, entraram com esse pedido pois o avanço da nova variante Ômicron impactou nas tribulações.

A autorização da Anac à Azul foi dada no dia 12 de janeiro, enquanto para Gol foi nessa segunda-feira (17). A regra determina que a cada 50 passageiros, tenha um comissário. Os aviões da Gol, os Boeings 737-800 e 737 Max 8 tem capacidade para 186 pessoas e poderão levar 150.

Já os aviões da Azul, a aeronave Airbus A320 que tem capacidade para 174 pessoas poderá levar 150 pessoas, enquanto no outro modelo de aeronave da companhia, Embraer E195 de capacidade de 118 passageiros, poderá levar 100 passageiros.

No início de 2022, diversos voos foram cancelados. A Azul foi a primeira a precisar cancelar, mas a Latam também precisou, chegando a cancelar 111 voos. Com o avanço da Covid-19, as companhias Azul, Gol e Latam optaram por pedir a autorização da Anac para voar com menos comissários.

Publicidade