festa da banana

Após decisão judicial, prefeita de Teolândia fala sobre cancelamento do show de Gusttavo Lima

O evento seria realizado entre 4 e 13 de junho e tinha na programação o show do cantor Gusttavo Lima.

(Crédito: Reprodução?Redes Sociais)

Em  post nas redes sociais, a prefeita de Teolândia, no interior da Bahia,  Rosa Baitinga (PP), lamentou o cancelamento da Festa da Banana. O evento seria realizado entre 4 e 13 de junho e tinha na programação o show do cantor Gusttavo Lima. “A prefeita ressalta que lutou com todas as forças para a realização da festa”, escreveu.

Publicidade

Publicidade

Na sexta-feira (3), a população tinha ido às ruas protestar contra o cancelamento da festa, diante de uma primeira decisão. A prefeitura argumentou que o evento movimenta a economia local, além de receber em média 140 mil pessoas por edição. De acordo com a gestão municipal, o cancelamento da festa poderia provocar grandes prejuízos aos cofres públicos. O juiz substituto Alberto Raimundo dos Santos, do plantão judiciário do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) reconheceu a importância econômica e acatou o pedido da prefeitura.

A decisão foi revertida judicialmente, a festa teve início e começaram as apresentações. Porém, horas antes do show de Gusttavo Lima, no domingo (5), veio o impedimento  por parte do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins.

Publicidade

Em seu parecer, o ministro argumentou que, mesmo levando em consideração a importância da cultura para o Brasil, o custo ainda era exorbitante. “Não há, de fato, proporcionalidade entre a condição financeira do município, suas prioridades em termos de serviços públicos e o gasto despendido com o evento”, justificou.  De acordo com o jornal Estado de SP, a participação do sertanejo custaria aos cofres públicos do município R$ 704 mil.