ConecteSUS fora do ar: Veja alternativas para comprovar vacinação contra Covid-19

Vários estados e municípios possuem plataformas e aplicativos próprios para emissão do certificado de vacinação; comprovante físico também é opção

ConecteSUS fora do ar Veja alternativas para comprovar vacinação contra Covid-19
Aplicativo do ConecteSUS é invadido e deixa de apresentar dados sobre vacinação (Crédito: Canva)

A queda do sistema ConecteSUS que fornece os comprovantes de vacinação contra a Covid-19 para todos os brasileiros já é sentida pelo país, com passageiros tendo dificuldade para viajar de ônibus e postos enfrentando filas para a vacinação.

Publicidade

Desde a madrugada de sexta-feira (10), o site do Ministério da Saúde, o aplicativo e a página do ConecteSUS – plataforma que disponibiliza certificados de vacinação contra a Covid-19 – estão fora do ar, após uma invasão hacker. O problema também afetou o sistema de notificação de casos da doença.

O comprovante de vacinação é exigido em mais de 240 cidades brasileiras para acessar alguns espaços públicos e privados, segundo um levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Dezenove capitais também demandam a apresentação do documento.

O documento também é necessário em muitos lugares para receber a segunda dose ou a dose de reforço.

Pelo aplicativo ConecteSUS, pessoas vacinadas podiam fazer a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19.

Publicidade

Cartão físico

Após receber a vacinação, você deve ter recebido um comprovante físico, no qual foram anotados o fabricante, os lotes do imunizante e a data para aplicação da segunda dose.

Para provar que está vacinado contra a Covid-19, você pode apresentar o comprovante físico. Lembre de ter em mãos a comprovação das duas (ou três) doses ou da dose única.

Em caso de roubo ou perda do cartão, algumas cidades oferecem a possibilidade de emitir uma segunda via. No Rio de Janeiro e em Goiânia, por exemplo, é possível obter a 2ª via na unidade ou posto de saúde no qual a pessoa recebeu as doses. Em Santos, o documento pode ser solicitado em qualquer policlínica do município.

Publicidade

Em Belo Horizonte e Rio de Janeiro, por exemplo, as prefeituras já anunciaram que vão aceitar os comprovantes de papel. A secretaria de Saúde de Minas Gerais também afirmou que o cartão físico é válido; o mesmo ocorre no Piauí e no DF.

Aplicativos municipais e estaduais

Alguns estados e municípios também têm os dados de vacinação em sites e aplicativos locais.

Em São Paulo, a plataforma estadual que emite o comprovante, o VaciVida, não foi afetada e está funcionando normalmente, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. O comprovante de vacinação pode ser acessado na versão digital no estado por meio do aplicativo Poupatempo Digital, pelo celular. O documento traz informações sobre as doses, data da vacinação, nome e registro do local, fabricante e o número do lote da vacina aplicada. A ferramenta também permite baixar e fazer a impressão do comprovante, se necessário.

Publicidade

A prefeitura da capital paulista também possui um aplicativo próprio para o acesso de informações da vacinação, o e-saudeSP.

Em Salvador, a prefeitura disponibiliza uma Carteira de Vacinação Digital, que é uma alternativa para comprovar a imunização. A ferramenta está disponível gratuitamente no site, e é válida em todo o território nacional. 

Em Recife, os moradores têm como alternativa o aplicativo ConectaRecife, pode ser acessado pelo site da prefeitura ou baixado gratuitamente como aplicativo na Play Store, para Android, e App Store, para quem utiliza o sistema iOS. É preciso fazer login informando o número do CPF e senha.

Publicidade

Rio Grande do Norte possui um sistema estadual, o RN Mais Vacina. A ferramenta foi desenvolvida durante a pandemia pelo Laboratório de Inovação em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lais/UFRN) e usado pelo governo e municípios potiguares na administração e aplicação das doses dos imunizantes.

Em João Pessoa, o aplicativo Vacina João Pessoa serve tanto para realizar o agendamento das doses do imunizante quanto para gerar o comprovante de vacinação. Para baixar o app, basta acessar a loja de aplicativos do smartphone e buscar por “Vacina João Pessoa”. Ao acessar o app, já com o cadastro realizado, será necessário inserir CPF e data de nascimento. Também é possível acessar pelo site da prefeitura.

Para quem tomou a vacina em Campina Grande, o acesso é bem semelhante. Basta acessar o aplicativo Vacina Campina Grande com CPF e data de nascimento e também clicar em “Carteira de Vacinação”.