Tragédia na Caixa

Diretor da Caixa é encontrado morto na sede do banco em Brasília

O corpo de Sérgio Batista foi encontrado na área externa do prédio por vigilantes que estavam de plantão. A Polícia Federal do DF investiga o caso.

Diretor da Caixa é encontrado morto na sede do banco em Brasília
Edifício Sede Caixa Econômica Federal e Banco Central em Brasília (Crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil)

Sérgio Ricardo Faustino Batista, diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa Econômica Federal, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (19), na sede do banco, em Brasília. A informação foi confirmada pela instituição, que manifestou condolências pela morte de Batista e disse que irá contribuir para a investigação do caso. Nossos sinceros sentimentos aos amigos e familiares, aos quais estamos prestando total apoio e acolhimento”, disse a empresa, em nota. 

Publicidade

O corpo foi encontrado na área externa do prédio por vigilantes que estavam de plantão. Inicialmente, a Polícia Civil do DF registrou o caso como suicídio. “(Foi) Tipificado como suicídio, em razão da vítima ter sido encontrada já sem vida no lado externo do prédio”, diz o comunicado da polícia. Segundo a corporação, a 5ª Delegacia de Polícia está investigando o caso. Por conta de uma política interna, a empresa só pode divulgar informações básicas. 

 Sérgio Batista na Caixa

Batista começou a trabalhar na Caixa Econômica Federal em 1989, desde então, ele fez sua carreira dentro da empresa. Em março de 2022, assumiu o cargo de Diretoria de Controles Internos e Integridade, após um processo seletivo interno. Porém, antes de se tornar diretor, Batista atuava como assessor do ex-presidente do banco, Pedro Guimarães, que deixou a corporação após ser acusado de abuso sexual