pedro guimarães

Presidente da Caixa é acusado de assédio sexual

Integrantes do governo Bolsonaro defendem que o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, se afaste do cargo.

(Crédito: Agência Brasil)
De acordo com o site “Metrópoles”, funcionárias denunciaram o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, por assédio sexual.  O veículo registrou depoimentos em vídeos que preservam as identidades das vítimas.
Os vídeos publicados pelo site destacam relatos de vítimas que, sob a condição de anonimato, dizem que foram convidadas por Guimarães para irem à sauna ou piscina durante viagens a trabalho. Em um dos depoimentos ao site, uma das funcionárias , em uma viagem, diz ter sido convidada para ir à piscina do hotel onde estavam hospedados. No local, ela e outra empregada do banco teriam assistido ao presidente nadar na piscina. Na ocasião, ouviram de um dos auxiliares de Guimarães: “E se o presidente quiser transar com você?”
De acordo com a colunista do GLOBO, Bela Megale, integrantes do governo Bolsonaro defendem que o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, se afaste do cargo.

Publicidade