Eleições 2022

Em carta, Leite diz que Doria é o candidato do PSDB à Presidência

Leite foi derrotado por Doria nas prévias do PSDB ao Planalto, mas seu nome continuava sendo cogitado para a disputa presidencial.

eduardo-leite-descumpre-promessa-e-anuncia-pre-candidatura-ao-governo-do-rs
Eduardo Leite (Crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), divulgou uma carta, nesta sexta-feira (22), em que defende a candidatura do ex-governador de São Paulo, João Doriaà Presidência da República.

Publicidade

Essa ‘reafirmação eleitoral’ se deve pelo fato de que Leite foi derrotado por Doria nas prévias do PSDB ao Planalto, mas seu nome continuava sendo cogitado para a disputa presidencial. “Hoje este nome é João Doria, por decisão dele e das prévias – das quais nunca se buscou tirar legitimidade”, disse Leite.

Publicidade

Na carta, o gaúcho ainda comenta que se coloca “ao lado do meu partido e desta candidatura, na expectativa de que a união do PSDB contribua com a aguardada unificação dos atores políticos do centro daqui até a eleição de outubro”.

O ex-governador do RS ainda afirmou que poderia ser candidato à Presidência caso deixasse o PSDB. “Quero lembrar que se eu quisesse apenas ser candidato a presidente da República, como uma ideia fixa acima de tudo e de todos, eu teria trocado de partido e isso estaria decidido, não importando as consequências”, afirmou.

Mais cedo, em seus perfis nas redes sociais, Leite agradeceu o apoio da população refletido em pesquisas eleitorais. “Agradeço aos brasileiros que nos enxergam como uma alternativa à polarização. Darei minha contribuição, onde for, para ajudar o país a retomar serenidade e equilíbrio”, escreveu.

Publicidade

Publicidade