Julgamento filho Flordelis

Júri absolve filho de Flordelis pela morte de Anderson

Mesmo com a absolvição por homicídio triplamente qualificado, Carlos Ubiraci foi condenado por associação criminosa.

juri-absolve-filho-de-flordelis-pela-morte-de-anderson-mas-e-condenado-por-associacao-criminosa
Flordelis (Créditos: reprodução/ Câmara dos Deputados)

O Tribunal do Júri de Niterói absolveu o filho afetivo de Flordelis, Carlos Ubiraci Francisco da Silva, pela morte do pastor Anderson do Carmo. Ele respondia por homicídio triplamente qualificado e foi condenado por associação criminosa. 

Publicidade

Os demais réus, Adriano dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, Marcos Siqueira Costa, ex-policial militar, e Andrea Santos Maia, esposa de Marcos, foram condenados por associação criminosa armada e por uso de documento falso. 

O documento falso apontado pelas autoridades se trata de uma carta forjada, a fim de inocentar a ex-deputada Flordelis. De acordo com as investigações, Marcos teria auxiliado sua esposa na mensagem falsa, em que Lucas teria revelado que Mizael, outro filho adotivo de Flordelis, teria oferecido a ele um carro e um emprego em troca de um “susto” em Anderson do Carmo. 

Segundo o portal G1, Ângelo Máximo, advogado de defesa da família de Anderson e assistente de acusação, irá recorrer da decisão. “Para reverter essa absolvição, anular a sentença em relação ao Carlos e trazer ele a um novo julgamento perante ao tribunal do júri de Niterói”, disse Ângelo. 

Em 9 de maio, mais cinco réus serão julgados pelo crime, sendo esses Flordelis dos Santos Souza, denunciada como mandante da execução de seu marido, André Luiz de Oliveira, filho adotivo de Flordelis, Marzy Teixeira da Silva, filha adotiva da ex-deputada, Rayane dos Santos Oliveira, neta biológica de Flordelis e Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica da pastora. 

Publicidade

Publicidade