Ribeiro será convocado para CPI caso falte em depoimento, afirma senador

Além de Ribeiro, o Senado convidou os pastores Gilmar Silva e Arilton Moura, suspeitos de atuarem na liberação de verbas do MEC

ribeiro-sera-convocado-para-cpi-caso-falte-em-depoimento-afirma-senador
O ex-ministro da Educação do Brasil, Milton Ribeiro (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

O presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, Marcelo Castro (MDB-PI) espera que mesmo após a demissão de Milton Ribeiro, o ex-ministro da Educação compareça ao depoimento marcado para quinta-feira (31).

Publicidade

Caso Ribeiro falte ao depoimento, Marcelo Castro disse nesta terça-feira (29) que o Senado pode instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as suspeitas de corrupção envolvendo pastores no ministério e cobranças de propina para liberação de verbas da pasta.

“Da nossa parte, está mantida a audiência pública. Acredito que seja do interesse dele (Ribeiro) ir, mais do que de qualquer outra pessoa”, disse Castro, em entrevista ao g1. Segundo o senador, a ausência do ex-ministro na audiência de quinta “vai ser um chamamento para uma CPI.”

“Quando surgiram os boatos e disseram que iriam convocá-lo, ele ligou dizendo que estava à disposição. No dia da reunião, mandou o ofício se prontificando. Estou certo de que nada se alterou e que quinta de manhã ele estará dando os devidos esclarecimentos”, continuou Castro.

Além de Ribeiro, o Senado convidou os pastores Gilmar Silva e Arilton Moura, suspeitos de atuarem na liberação de verbas do MEC, e o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte.

Publicidade