influencer bolsonarista

Thiago Gagliasso é condenado a pagar R$ 10 mil por divulgar fake news

O ator fez uma falsa associação de Adriana Santana de Araújo ao tráfico de drogas. A mulher é mãe de um dos jovens assassinados na Chacina do Jacarezinho.

thiago-gagliasso-e-condenado-a-pagar-r-10-mil-por-divulgar-fake-news
Thiago é irmão do ator Bruno Gagliasso (Créditos: Reprodução/Instagram)

O influenciador e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Thiago Gagliasso foi condenado foi condenado a pagar R$ 10 mil em indenização a Adriana Santana de Araújo Rodrigues, mãe de Marlon Santana de Araújo, um dos jovens assassinados na Chacina do Jacarezinho em maio de 2021.

Publicidade

Na época da operação policial, que vitimou 28 pessoas, Thiago publicou em suas redes sociais uma imagem de uma mulher segurando um fuzil e a entrevista dada por Adriana ao RJTV (TV Globo), alegando ser a mesma pessoa. A informação é falsa e foi desmentida pela polícia.

O juiz José Guilherme Vasi Werner, do II juizado Especial Cível da Barra da Tijuca, decidiu que ”a publicação do Réu atingiu a dignidade da parte Autora, pois além de ironizar o luto pela perda do seu filho, mancharam sua reputação perante a sociedade vinculando-a ao crime. Ademais, o Réu é pessoa pública com grande quantidade de seguidores, o que facilita a propagação do conteúdo.”

”Dessa forma, entendo que a importância de R$ 10.000,00 (dez mil reais) é adequada para compensar a autora, considerando as circunstâncias dos fatos, a condição econômica do Réu e da vítima. Outrossim, é procedente o pedido para que a se retrate, veiculando novas publicações informado o conteúdo desta sentença, bem como a desvinculado a imagem da parte Autora do vídeo em questão”, acrescentou o juiz.

Além do pagamento da indenização, o influenciador tem o prazo de cinco dias para se retratar em suas redes sociais, sob pena de multa diária de R$ 200,00, limitada ao teto de R$ 2 mil.

Publicidade