Ford Ranger XL, a versão “básica” da nova geração

A configuração mais econômica da nova picape de médio porte já foi revelada. Claro que tem um equipamento um pouco mais rudimentar em comparação com as outras versões

Ford Ranger XL, a versão básica da nova geração
A pick-up será produzida na Argentina a partir de 2023 (Crédito: Foto Divulgação)

Uma das principais novidades da semana passada foi a apresentação mundial da nova geração da Ford Ranger XL, a pick-up de médio porte por excelência da empresa oval.

Publicidade

É importante lembrar que este modelo será produzido na fábrica nacional da General Pacheco a partir de 2023 (as obras já começaram), embora alguns rumores também indiquem que poderia ter um SUV irmão (Everest).

No entanto, entre as novidades reveladas na semana passada estão mais linhas quadradas na frente, faróis em C, friso cromado (percorre toda a grelha), interior moderno com dois grandes ecrãs, diferentes modos de condução, entre outros.

Com a apresentação, obviamente os looks principais foram tomados pelas versões mais completas, mas a grande dúvida é a seguinte: como serão as configurações básicas destinadas principalmente ao trabalho.

Pelo menos na Austrália, onde a variante mais econômica também é chamada de XL, a menor presença de cromo, aros em chapa, frisos pretos, ausência de faróis de neblina e faróis de LED, para-choque traseiro preto e barra especial atrás da janela, entre outros. Do interior não há muitos dados, embora pelo menos no país oceânico você não notará muitas diferenças com as configurações mais completas, enquanto sob o capô teria um 2.0 com 213 hp turbo alimentado.

Publicidade

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina.