Isetta, conhecido como “ratinho”, está de volta

Com medidas muito limitadas, retorna um dos modelos mais lembrados de todos os tempos. Em sua época era comercializado por vários fabricantes, mas agora verá a luz novamente como Microlino

Isetta, conhecido como “ratinho”, está de volta
(Crédito: Divulgação)

Isetta, o “ratinho”, é sinônimo de história para a indústria automotiva. O modelo pequeno foi uma das grandes referências dos anos 1950, sobretudo pelas suas dimensões limitadas, um design muito particular e uma porta do condutor situada literalmente na frente do veículo.

Publicidade

Este microcarro foi feito por vários fabricantes ao redor do mundo, como Iso, VELAM, BMW, e em muitos mercados era popularmente conhecido como “ratinho”, e pelas imagens já se imagina o porquê.

Hoje, cerca de 60 anos se passaram desde o último Isetta, mas as notícias chamaram a atenção nos últimos dias, pois uma empresa suíça conhecida como Micro Mobility System vai ressurgir um modelo baseado no microcarro e será totalmente elétrico.

O conceito já havia sido revelado no Salão Automóvel de Genebra de 2016, mas o projeto sofreu alguns atrasos. Além dos percalços, agora a empresa divulgou imagens do stock car, batizado de Microlino.

Em relação à mecânica, terá baterias de 6, 10,5 e 14 kWh que se traduzem em autonomia em 95, 175 e 230 quilômetros, dependendo da versão. A velocidade máxima será de 90 km/h, enquanto a aceleração (0 a 90 km/h) será de cinco segundos (pesa 530 quilos).

Publicidade

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina.