Rússia ataca centro da cidade de Kharkiv

Foto: The New York Times

No sexto dia de invasão à Ucrânia, a Rússia fez um ataque com mísseis contra o centro da cidade de Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia. De acordo com autoridades citadas pelo Uol Notícias, pelo menos 10 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas. 

Publicidade

O ministro das Relações Exteriores ucraniano, Dmytro Kuleba, postou o vídeo no Twitter do momento em que um míssil atinge o prédio do governo de Kharkiv.

No Facebook, o presidente Volodymyr Zelensky disse que o ataque à região central de  Kharkiv é um ato de terrorismo e que a Rússia é um Estado terrorista. Segundo ele ninguém vai perdoar, nem esquecer o que está acontecendo.

Kharkiv tem um pouco mais de 1 milhão e 400 mil habitantes e fica perto da fronteira com a Rússia. A cidade é um importante polo industrial, científico e cultural. Por ter uma importante conexão de estradas e estar muito perto dos russos, a cidade é considerada estratégica neste conflito.

Publicidade

A cidade tem sido alvo de ataques dos russos desde a primeira noite do conflito, na quarta-feira passada (23). O exército da Ucrânia diz que os militares têm conseguido segurar o avanço das tropas russas em Kharkiv. No entanto, 70 soldados ucranianos foram mortos após o ataque a uma base militar em Okhtyrka, a 70 quilômetros de Kharkiv, de acordo com informações do site UOL Notícias.

Entenda a guerra entre Rússia e Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin ordenou a invasão da Ucrânia, na noite da última quarta-feira (23). Desde então, tropas dos dois países combatem dentro do território ucraniano. 

Publicidade

Um dos fatores que desencadeou o conflito foi a possibilidade da Ucrânia entrar na OTAN, aliança militar do Ocidente. Putin não admite a possibilidade e exige que a Ucrânia se comprometa a nunca entrar na organização. 

O presidente russo também alega que a Ucrânia está sob influência estrangeira e que não merece ser um país independente. 

Publicidade