Zara fecha lojas e PayPal suspende operações na Rússia

Além de obstáculos para operar no mercado russo, empresas também têm dificuldade de fazer transporte de mercadorias.

zara-fecha-lojas-e-paypal-suspende-operacoes-na-russia
Grupo disse que não poderia garantir a continuidade das operações na Rússia (Crédito: Getty Images)

A Inditex S.A., dona da Zara, informou no sábado, 05, que vai fechar temporariamente todas as lojas no território russo. As vendas on-line também serão interrompidas, segundo a agência Reuters. Essa é mais uma empresa que anuncia a retirada de operações na Rússia em meio à invasão na Ucrânia.

Publicidade

Nas circunstâncias atuais, a Inditex não pode garantir a continuidade das operações e condições comerciais na Rússia e suspende temporariamente sua atividade“, diz a nota da empresa. 

A concorrente da Zara, a H&M, também tomou a mesma medida. 

A plataforma de pagamentos PayPal Holdings Inc. foi outra que paralisou as operações na Rússia. “Nas circunstâncias atuais, estamos suspendendo os serviços do PayPal na Rússia“, disse em nota o executivo-chefe do PayPal, Dan Schulman.

Além das críticas dos consumidores contra a guerra, operar no mercado russo ficou difícil depois das sanções econômicas de vários países que visam inviabilizar o máximo de transações financeiras internacionais com os russos.

Publicidade

Empresas também têm dificuldade de fazer o transporte de mercadorias, pois as companhias de seguro não querem cobrir eventuais danos aos navios. Assim, o transporte marítimo para levar ou trazer mercadorias da Rússia está praticamente paralisado. 

Entenda a invasão à Ucrânia

A Ucrânia foi invadida pela Rússia no dia 23 de fevereiro. O exército russo avança pelas regiões da fronteira em direção às principais cidades ucranianas. Kiev e Kharkiv são os principais alvos das tropas russas. 

Publicidade

O exército russo também ganha terreno no litoral e já conquistou pelo menos uma cidade portuária. 

Um dos fatores que desencadeou o conflito foi a possibilidade da Ucrânia entrar na OTAN, aliança militar do Ocidente. O presidente russo Vladimir Putin não admite a possibilidade e exige que a Ucrânia se comprometa a nunca entrar na organização. 

O líder russo também argumenta que está realizando uma “operação especial” para proteger os russos que vivem em território ucraniano. Ao mesmo tempo, Putin diz que a Ucrânia está sob controle estrangeiro e que não merece ser um país independente.

Publicidade