Mercadoria Não Homologada

Anatel apreende produtos clandestinos da Amazon

Desde 2018, a Anatel já retirou do mercado cerca de 4,6 milhões de produtos irregulares do mercado.

Anatel apreende produtos clandestinos da Amazon
A Amazon pertence ao bilionário Jeff Bezos, o segundo homem mais rico do mundo (Crédito: Leon Neal/Getty Images)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou hoje, sexta-feira (23), que apreendeu cerca de 500 mil reais em produtos clandestinos que estavam em dois galpões da Amazon, localizados nas cidades de Betim (MG) e Cajamar (SP).

Publicidade

Segundo o anúncio, ao todo, foram apreendidos 5.700 itens sem a homologação da agência. Carregadores de celulares, baterias portáteis e fones de ouvido sem fio estão na lista de itens confiscados. Qualquer equipamento que emita radiofrequência precisa ser aprovado pela Anatel, que determina padrões de segurança e qualidade.

A operação de fiscalização começou na terça-feira (21) e foi coordenada pelo conselheiro Moisés Moreira e pelo superintendente de fiscalização Hermano Tercius. Segundo Moreira, “a Amazon cooperou plenamente” com a operação.

“A Anatel tem trabalhado constantemente junto aos marketplace para bloquear a publicação de anúncios de produtos irregulares”, completou o conselheiro Moisés Moreira, destacando o plano de combate à pirataria da agência reguladora. Desde 2018, a Anatel já retirou do mercado cerca de 4,6 milhões de produtos clandestinos do mercado, que foram avaliados em pelo menos R$ 500 milhões.

 

Publicidade