ALEGRIA DOS TRABALHADORES

FGTS anuncia distribuição de 99% do lucro aos trabalhadores

Conselho aprovou que o repasse seja feito antes da data limite imposta pela lei (31 de agosto).

Repasses podem ser feitos para aposentados, trabalhadores demitidos sem justa causa, trabalhadores com doenças graves ou que desejam comprar casa própria. (Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) decidiu que será feita a distribuição de 99% do lucro líquido do fundo. Serão distribuídos aos trabalhadores com contas vinculadas ao fundo R$ 13,2, bilhões dos R$ 13,3 bilhões do lucro, com ano-base 2021. A decisão foi tomada hoje (22) durante reunião extraordinária do colegiado.

Publicidade

Em 2021, foram distribuídos 96% do lucro do fundo, de R$ 8,1 bilhões. Já em 2020, o repasse foi de R$ 7,5 bilhões, o equivalente a 66,2% do resultado positivo em 2019, de R$ 11,3 bilhões.

A legislação determina que a distribuição do lucro do FGTS deve ocorrer até o dia 31 de agosto. O pagamento é feito mediante crédito nas contas que tinham saldo 31 de dezembro de 2021.

Na reunião desta sexta-feira, o conselho curador também aprovou que o dinheiro seja repassado para as contas antes do que determina a legislação. A vigência para os pagamentos será a partir da publicação da decisão no Diário Oficial da União (DOU).

O índice a ser aplicado sobre o saldo das contas em 31 de dezembro de 2021 será de 0,02748761, a ser aplicado a 207,8 milhões de contas vinculadas.

Publicidade

O dinheiro só poderá ser sacado nas condições previstas em lei, como em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria e doença grave.

O lucro líquido do FGTS é resultante de receitas de R$ 39.3 bilhões e despesas de R$ 26 bilhões. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o rendimento do FGTS, somados o lucro distribuído e a remuneração normal das contas, será 94,9% maior do que o rendimento da poupança no período. A estimativa do banco é que o índice fique em 5,83% ante os 2,99% da poupança.

Publicidade