previsão otimista

Guedes diz que espera dívida pública de 76% em relação ao PIB em 2022

De acordo com o Boletim Macrofiscal, divulgado na terça-feira (13), a dívida bruta do governo central deve ser de 78,19% do PIB neste ano.

guedes-diz-que-espera-divida-publica-de-76-em-relacao-ao-pib-em-2022
Paulo Guedes (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (14) que o governo federal deve entregar a dívida pública de 2022 em 76% em relação ao PIB (Produto Interno Bruto). Declaração foi dada durante encontro com empresários.

Publicidade

“Então, com esses R$ 90 bilhões do BNDES, a dívida volta praticamente ao patamar que estava quando nós chegamos. Os senhores fazem parte de uma geração que venceu duas guerras, sem empurrar a conta para filhos e netos. A dívida era 76% e pouco do PIB. Ela vai voltar para 76%”, afirmou o ministro.

De acordo com o Boletim Macrofiscal, divulgado na terça-feira (13) pelo Ministério da Economia, que consulta a previsão de instituições do mercado sobre a economia brasileira, a dívida bruta do governo central deve ser de 78,19% do PIB neste ano.

“A previsão da Firjan foi crescimento de 1,5% com inflação de 7,4%. Se não fizer nada até o fim do ano, já crescemos 2,5% e pode chegar a 3%. Para inflação, já tem banco, como o Itaú, prevendo 6%”, acrescentou Guedes.

Ao citar as eleições, o ministro não descartou a possibilidade de derrota no pleito e disse que o governo Bolsonaro “vai ser o primeiro a sair gastando menos do que quando entrou”. “A gente está deixando arrumadinho, mas dá para afundar bastante dependendo de quem assume”.

Publicidade

Publicidade