DE VOLTA AO TRABALHO

Professores das universidades federais decidem encerrar greve

A decisão deste domingo põe fim a uma paralisação que durou quase 70 dias. As paralisações deverão ser completamente encerradas até o próximo dia 3 de julho

Professores das universidades federais decidem encerrar greve
No Ceará, professores das universidades federais do estado votaram pelo fim da greve – Crédito: ADUFC/Divulgação

Os professores das universidades federais decidiram neste domingo (23) encerrar a greve nacional dos docentes. A paralisação foi iniciada no mês de abril deste ano em instituições de ensino superior de todo o Brasil.

Publicidade

A decisão foi tomada após a conclusão de assembleias estaduais, que reuniram maioria de votos a favor da proposta de reajuste enviada pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) logo no início de junho.

Andes-SN: greve encerrada

De acordo com informações do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), o comando nacional da greve decidiu encerrar as paralisações a partir desta quarta-feira (26). Neste dia, a entidade deve assinar um acordo junto ao Ministério da Gestão e Inovação para consolidar os termos da proposta.

As paralisações deverão ser completamente encerradas até o próximo dia 3 de julho, ainda de acordo com a entidade.

O retorno às aulas dependerá, por outro lado, da decisão interna de cada uma das instituições federais de ensino. As universidades deverão definir o seu próprio calendário acadêmico.

Publicidade

Antes do anúncio do Andes-SN, outras categorias envolvidas na greve da educação federal também decidiram encerrar as paralisações. Apenas a categoria dos técnicos-administrativos ligados às universidades federais ainda não aceitou o acordo.

Greve durou quase 70 dias

A decisão deste domingo põe fim a uma greve que durou quase 70 dias. Também confirma um movimento de abandono à paralisação por parte de professores de instituições do país. Até este domingo (23), de acordo com a entidade que representa os docentes, 55 universidades ainda enfrentavam greves.

Publicidade

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.