Benfica anuncia saída do técnico Jorge Jesus

O encontro entre Jorge Jesus e a diretoria foi marcado após uma segunda-feira de atrito entre o treinador e o elenco

Benfica anuncia saída do técnico Jorge Jesus
O treinador do Benfica B, Nélson Veríssimo, foi chamado para assumir o time principal na atividade da tarde desta terça (Créditos: Wagner Meier/Getty Images)

No fim da manhã desta terça-feira, o Benfica anunciou oficialmente a rescisão do contrato com o técnico Jorge Jesus. Após uma reunião entre a diretoria e o próprio treinador, o clube divulgou um pronunciamento com o desfecho da segunda passagem de JJ pelo time português. Seu nome é o principal para assumir o lugar de Cuca no Atlético-MG.

Publicidade

O treinador do Benfica B, Nélson Veríssimo, foi chamado para assumir o time principal na atividade da tarde desta terça. Ele vai comandar como interino até o fim da temporada. O técnico explicou a decisão em entrevista coletiva à imprensa

“Este projeto do qual eu saio chegou ao fim. Vim para o Benfica sempre pensando que sou uma solução e não um problema. Para aquilo que são os interesses do Benfica e o melhor para todos, achei por bem que esta decisão fosse a melhor para ambas as partes. A minha vida vai continuar como sempre trabalhando com amor e paixão. Tive muita honra de mais uma vez ter voltado a esta casa e de ter defendido os interesses do Benfica – disse Jorge Jesus”.

Comunicado oficial do Benfica

“O Sport Lisboa e Benfica informa que, de comum acordo entre as partes, Jorge Jesus já não é treinador do Benfica. A Sport Lisboa e Benfica SAD agradece a Jorge Jesus todo o trabalho desenvolvido ao longo do último ano e meio e deseja-lhe as maiores felicidades para o futuro. Mais acrescenta que cumprirá com todas as obrigações contratuais até ao término do vínculo laboral existente ou até que Jorge Jesus e a sua equipa técnica assumam novo compromisso profissional. Nélson Veríssimo assume hoje as funções de treinador da equipa principal do Benfica até ao final da temporada”.

O encontro entre Jorge Jesus e a diretoria foi marcado após uma segunda-feira de atrito entre o treinador e o elenco. Segundo relatos do “Record”, Jorge Jesus afastou Pizzi, um dos capitães do time, e colocou para treinar separado do resto do elenco. Mas, os jogadores não gostaram e reagiram contra a decisão e indicaram que também não iria mais trabalhar em forma de protesto, o que fez o técnico voltar atrás de sua decisão e incorporar o atleta de volta à equipe.

Publicidade

Os atletas do elenco profissional chegaram a ir ao CT do Benfica para participar de um treinamento marcado para a manhã desta terça. Porém, devido à crise, a atividade foi suspensa para a parte da tarde, e os jogadores saíram do local logo depois que chegaram.

Sua saída do Benfica, já vinha sendo cogitada diante da irregularidade da equipe na temporada 2021/22. Por mais que tenha conseguido a vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões, o treinador ficou para trás na disputa pelo título português e não vem conseguindo fazer o elenco ter um desempenho nos confrontos diretos com os rivais Sporting e Porto.

Nas últimas semanas o Flamengo esteve em Portugal representado por Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e Bruno Spindel, diretor de futebol. Os dois conversaram com Jorge Jesus, mas diante da falta de convicção do treinador, o Rubro-negro acertou com o também português Paulo Sousa.

Publicidade

No início desta terça-feira, o Atlético-MG anunciou a saída do técnico Cuca, que alegou problemas familiares. Com a saída de Jorge Jesus do time português, seu nome passa ser o principal para o clube mineiro, que chegou a demonstrar interesse no treinador em 2019, antes do seu acerto com o time carioca Flamengo.

“OFICIAL! Jorge Jesus e o

@SLBenfica chegaram a um acordo para a rescisão de seu contrato”

Publicidade