Djokovic recebe pela sétima vez o título de campeão mundial da ITF

O sérvio estava empatado com o norte-americano Pete Sampras em seis títulos do prêmio concedido pela primeira vez em 1978

Djokovic recebe pela sétima vez o título de campeão mundial da ITF
(Agência Brasil)

Número um do ranking masculino de tênis, Novak Djokovic alcançou um recorde ao conquistar o título de campeão mundial da Federação Internacional de Tênis (ITF) pela sétima vez, e a líder do ranking feminino, Ash Barty, recebeu sua segunda coroa, informou a entidade nesta quinta-feira (16).

Publicidade

The undisputed world No.1 @DjokerNole added three Grand Slam singles titles to his resume while rewriting the history books in 2021 ????

Djokovic passes Sampras for the most Men’s ITF World Champion awards ➡️ https://t.co/nG9qn6XkKh pic.twitter.com/iEoYN32HgO

— ITF (@ITFTennis) December 16, 2021

Djokovic, que terminou o ano como número um do mundo pela sétima vez, venceu o Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon, mas não triunfou na Olimpíada de Tóquio nem no US Open durante sua busca pelo inédito Slam Dourado no tênis masculino.

Publicidade

O sérvio estava empatado com o norte-americano Pete Sampras em seis títulos do prêmio concedido pela primeira vez em 1978. Barty, que conquistou seu primeiro troféu de Wimbledon neste ano e uma medalha de bronze de duplas mistas na Olimpíada, já havia recebido a honraria em 2019.

“Após um ano tão gratificante para mim, minha equipe, família e torcedores, é uma grande honra ser nomeado Campeão Mundial da ITF pela sétima vez”, disse Djokovic.

Fulfilling a lifelong dream of winning the Wimbledon singles title combined with world No.1 status made for a landmark 2021 for @ashbarty ????

Publicidade

The Aussie reigns supreme as the Women’s ITF World Champion ➡️ https://t.co/nG9qn6XkKh

???????? @TennisAustralia ???????? pic.twitter.com/Kg3LGmLjFP

— ITF (@ITFTennis) December 16, 2021

Publicidade

“Estou muito agradecido e orgulhoso pelos resultados que conquistei e sou afortunado por ter tido uma chance de competir pela seleção sérvia também”, completou.

Djokovic está empatado com Rafael Nadal e Roger Federer com 20 títulos de Grand Slams, e pode ultrapassá-los se vencer no mês que vem o Aberto da Austrália, um torneio que ele já conquistou nove vezes.

(Agência Brasil)

Publicidade