dez anos do desastre

Onde estão os jogadores brasileiros que atuaram no 7 a 1?

A goleada só não foi maior pois o técnico alemão, Joachim Löwe, pediu para os atletas terem calma e respeitarem as circunstâncias

Neste dia 8 de julho, há dez anos, um dos maiores vexames futebolísticos acontecia no estádio do Mineirão.
Jogadores brasileiros lamentam derrota vexatória – Créditos: X/Reprodução

Neste dia 8 de julho, há dez anos, um dos maiores vexames futebolísticos acontecia no estádio do Mineirão. Em frente a sua torcida, os jogadores da seleção brasileira estavam completamente à mercê dos 11 atletas alemães que aplicavam um placar que notoriamente se associou ao fracasso: 7×1. A goleada, que só não foi maior pois o técnico alemão, Joachim Löwe, pediu para os atletas terem calma e respeitarem as circunstâncias, escancarou a fragilidade emocional da equipe brasileira.

Publicidade

Dez anos e inúmeras minuciosas análises que tentam explicar o desastre depois, questiona-se onde estão os 11 jogadores brasileiros que testemunhavam, de dentro de campo, o massacre. Vale lembrar que Neymar, que até então fazia uma boa competição, sofreu uma lesão na partida anterior, contra a Colômbia. O choque de Juan Zuñiga quase paralisou os movimentos do atacante brasileiro.

Publicidade

Onde estão os jogadores do 7×1?

Julio Cesar

O ex-goleiro atuava pelo Toronto FC durante a Copa do Mundo e encerrou sua carreira em abril de 2018, após uma vitória do Flamengo sobre o América-MG no Maracanã, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Maicon

No Mundial do Brasil, o ex-lateral defendia a Roma. Ele pendurou as chuteiras após um jogo festivo em Criciúma, em maio de 2023.

David Luiz

Um mês antes da Copa, o zagueiro tornou-se o mais caro da história ao trocar o Chelsea pelo Paris Saint-Germain. Atualmente, David Luiz joga pelo Flamengo.

Publicidade

Dante

O zagueiro de 40 anos ainda está em atividade, defendendo o Nice da França. Durante a Copa do Mundo, atuava pelo Bayern de Munique.

Marcelo

O lateral-esquerdo era uma das estrelas do Real Madrid na época da Copa. Hoje, ele defende o Fluminense, para onde retornou em 2023.

Publicidade

Luiz Gustavo

O volante de 36 anos atualmente joga pelo São Paulo. Na época da convocação para a Copa, estava no Wolfsburg, da Alemanha.

Ramires

O ex-meia era uma peça importante do Chelsea quando foi convocado para a Copa. Ramires deixou o futebol em setembro de 2022 e representou a Seleção em dois Mundiais (2010 e 2014).

Fernandinho

O meia jogava no Manchester City em 2014 e tornou-se ídolo do clube inglês após nove anos. Atualmente, Fernandinho, de 39 anos, é do Athletico-PR.

Publicidade

Paulinho

O meia, que em 2014 atuava no futebol inglês pelo Tottenham, está sem clube após deixar o Corinthians recentemente.

Bernard

O “Alegria nas pernas” retornou ao Atlético-MG nesta temporada, após uma passagem pelo futebol grego. Em 2014, Bernard jogava pelo Shakhtar Donetsk.

Oscar

Atualmente, o meia defende o Shanghai Port, da China, com contrato até novembro deste ano. Em 2014, Oscar jogava pelo Chelsea e marcou o único gol brasileiro no 7 a 1.

Fred

O artilheiro se aposentou em julho de 2022, com a camisa do Fluminense, clube pelo qual atuava na época da Copa.

Hulk

Durante a Copa no Brasil, o atacante jogava pelo Zenit, da Rússia. Atualmente, Hulk defende o Atlético-MG.

Willian

O ex-jogador do Corinthians era outro que atuava pelo Chelsea em 2014. Hoje, aos 35 anos, ele joga na Premier League pelo Fulham.

Luiz Felipe Scolari

O técnico da Seleção Brasileira em 2014 está sem clube após deixar o Atlético-MG em março deste ano.

Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.